Automóvel SEAT com recorde de vendas

SEAT com recorde de vendas

A SEAT está a viver os seus melhores momentos enquanto empresa, anunciou esta segunda-feira, em vídeo-conferência, Luca de Meo, presidente da marca de automóveis do grupo VW.
Adriano Oliveira 04 de setembro de 2017 às 12:40

Nos primeiros oito meses deste ano, a SEAT já vendeu mais de 310.000 automóveis, o que representa um aumento superior a 13% face ao período homólogo do ano anterior. Para Luca de Meo, este é o melhor resultado dos últimos 16 anos.

 

O aumento das vendas em 2017 reflecte-se nos resultados financeiros do primeiro semestre. Os lucros operacionais subiram até 40,9% na primeira metade do ano em comparação com o mesmo período de 2016, alcançando o valor recordista de 130 milhões de euros.

 

Simultaneamente, a facturação subiu 12,7% para 5.054 milhões de euros nos primeiros seis meses do ano.

 

No ano passado, a SEAT vendeu 410.000 unidades.

 

Luca de Meo revelou ainda as principais novidades que a marca vai apresentar na próxima semana no Salão Automóvel de Frankfurt e entre as quais está uma edição exclusiva do novo Leon Cupra R, limitada a 799 unidades.

 

O novo desportivo da marca espanhola, que chega no final do ano, estará disponível versões com caixa manual (310 cv) e DSG (300 cv), com seis velocidades e tracção dianteira. Carroçaria como detalhes em carbono, suspensão adaptativa DCC (Controlo Dinâmico de Chassis), travões Brembo e novo sistema de escape são alguns dos destaques desta edição.

 

O novo ‘crossover’ compacto Arona é outra das novidades. Fabricado exclusivamente na SEAT em Martorell, sobressai com o seu desenho, altura, largura e dimensões, possibilidades de personalização e a avançada tecnologia em segurança e conectividade.

 

O Arona dá continuidade à maior ofensiva de sempre da SEAT em novos produtos, seguindo-se ao Ateca, à actualização do Leon, ao novo Ibiza e que ficará completa com um grande SUV que chegará no próximo ano.

 

Durante o Salão, a SEAT anunciará a nova parceria com o serviço de voz Amazon Alexa, que desenvolveu o Alexa como um serviço de voz interactivo. Com o Alexa integrado nos veículos SEAT, os condutores poderão, mediante uma simples pergunta, procurar destinos, o concessionário mais próximo ou encontrar um local para jantar, entre tantas outras possibilidades. O serviço ficará disponível no final do ano no Leon e no Ateca e, durante 2018, no Ibiza e no Arona.

 

Aposta no gás natural comprimido

 

Por último, a SEAT tenciona demonstrar as potencialidades da marca através dos modelos alimentados por GNC (gás natural comprimido). Depois das versões GNC do Leon e do Mii, chega agora a vez do novo SEAT Ibiza 1.0 TGI.

 

Para a SEAT, o gás natural comprimido é a alternativa ecológica capaz de preencher o espaço entre as energias de propulsão tradicional e a do motor eléctrico, já que reduz em 85% as emissões de óxido de nitrogénio em comparação com um motor Diesel, cortando simultaneamente em 25% nas emissões de CO2 face ao motor a gasolina, assim como no nível de partículas libertadas para a atmosfera.




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub