Tecnologias Secretário de Estado da Indústria visita start-up portuguesa na China

Secretário de Estado da Indústria visita start-up portuguesa na China

João Vasconcelos vai visitar na próxima semana o escritório de Shenzhen da Aptoide, tecnológica portuguesa que funciona como 'marketplace' de aplicações para telemóveis Android.
Secretário de Estado da Indústria visita start-up portuguesa na China
Miguel Baltazar/Negócios
Negócios 26 de maio de 2017 às 21:40

O secretário de Estado da Indústria, João Vasconcelos, vai deslocar-se à China, no âmbito de um programa proposto para jovens empreendedores, onde irá visitar os escritórios da start-up portuguesa Aptoide. Esta empresa, que se dedica ao alojamento e disponibilização de aplicações para telemóveis com o sistema Android, está na China desde Novembro de 2015.

Esta deslocação à China insere-se numa visita de estudo da delegação de Empresários de Portugal a Qianhai (Shenzhen), Hengqin (Zhuhai) e Macau, entre os dias 29 de maio a 1 de junho. 

Manuel Saraiva, director-geral da Aptoide na China, sublinha em comunicado que "é um enorme orgulho para a Aptoide, em Shenzhen, receber esta visita do Sr. Secretário de Estado da Indústria, não só por sentirmos o reconhecimento e visibilidade do nosso trabalho aqui, mas também porque somos, uma das poucas start-ups portuguesas cuja internacionalização se materializou com a abertura de um escritório na China".
 

A visita do secretário de Estado da Indústria à Aptoide tem como objectivo conhecer o trabalho desenvolvido por uma empresa portuguesa que já é uma das maiores Android App Store do mundo. De acordo com a própria empresa, "no âmbito desta visita será assinalado um marco importante para a Aptoide: um milhão de smartphones produzidos e enviados da China com a aplicação Aptoide pré-instalada".

A empresa, que tem escritórios em Lisboa, Shenzhen e Singapura, conta com mais de 150 milhões de utilizadores, três mil milhões de downloads e 700 mil apps disponíveis.




A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
pertinaz Há 3 semanas

ESTE É O MARCELO REBELO DE SOUSA DO GOVERNO...

pub
pub
pub
pub