Turismo & Lazer Seis grupos convidados a concorrer a hotel em Santa Apolónia

Seis grupos convidados a concorrer a hotel em Santa Apolónia

A IP convidou seis grupos hoteleiros a entregarem até 15 de Março proposta para a instalação de uma unidade de quatro estrelas, com um mínimo de 120 quartos, na Estação de Santa Apolónia, por um período de 35 anos.
Seis grupos convidados a concorrer a hotel em Santa Apolónia
Correio da Manhã
Maria João Babo 09 de janeiro de 2018 às 20:08
A Infraestruturas de Portugal (IP), através da  IP Património, enviou cartas-convite a seis grupos hoteleiros para participarem no concurso que se destina à instalação de uma unidade de quatro estrelas ou superior, com um mínimo de 120 quartos, na estação de Santa Apolónia. O prazo para apresentação das propostas termina no dia 15 de Março.

Os grupos convidados a participar nesta segunda fase do processo lançado em Outubro de 2017 pela IP Património são o The House Ribeira Hotel,  M&J Pestana, grupo Visabeira/Empreendimentos Turísticos Montebelo, Hoti - Star Portugal Hotéis, Barceló e Salvor - Sociedade de Investimento Hoteleiro.

O objectivo do concurso é a concessão de parte da estação de Santa Apolónia pelo prazo de 35 anos, incluindo a realização de determinadas obras de renovação do espaço.

A IP Património começou por lançar um processo de qualificação de candidatos a admitir a concurso para a atribuição da concessão da  unidade hoteleira, tendo sido apresentadas nove candidaturas. Dos grupos interessados foram seleccionados seis, os quais foram agora convidados a apresentar um proposta. Pelo caminho ficaram os Empreendimentos Quinta do Ferro, que se apresentavam aliados ao grupo VIP Hotels, o agrupamento da Turilima e Servinoga, a SGEHR - Sociedade Gestora e Exploração  de Hotéis e Resorts com o grupo Nau, e a Excover - Sociedade Geral de Equipamentos, Construção e Obras Públicas, aliada a Jean-Jacques Gauer, Rudolph Schiesser e Jay Gauer, nomes ligados a este sector.

Depois da apresentação e avaliação das versões iniciais das propostas, o concurso prevê uma fase de negociação com os candidatos



A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
comentar
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
pub