Banca & Finanças Seis passos para compreender a crise no Deutsche Bank
Assinatura Digital. Negócios Primeiro Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE

Seis passos para compreender a crise no Deutsche Bank

Como é que o maior banco da Europa continental se viu debaixo de fogo nos mercados e como pode contagiar a banca e a economia.
Seis passos para compreender a crise no Deutsche Bank
reuters
André Veríssimo 03 de Outubro de 2016 às 07:00

Como surgiram as preocupações?
As primeiras dúvidas apareceram em Fevereiro, com  notícias sobre a suposta dificuldade do banco em pagar os cupões de emissões de CoCos, os mesmos

Assinatura Digital. Negócios Primeiro
Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE
Análise, informação independente e rigorosa.
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo,
nas empresas, nos mercados e na economia.
  • Inclui acesso ao ePaper, a versão do Negócios tal como é impresso em papel. Veja aqui.
  • Acesso ilimitado a todo o site negocios.pt
  • Acesso ilimitado via apps iPad, iPhone, Android e Windows
Saiba mais



A sua opinião6
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Anónimo 03.10.2016

O DB só tem dois problemas. E enormes problemas. O primeiro, é estar demasiado alavancado. O segundo, ainda pior, é ter em balanço um montante de derivados (que não significam especulação) que é uma autêntica irracionalidade. Para se ter uma ideia são "só" 10 vezes o PIB alemão.

comentários mais recentes
Anónimo 04.10.2016


PS ROUBA OS SALÁRIOS DOS TRABALHADORES DO PRIVADO


SALÁRIOS E PENSÕES DA FP ESTÃO A SER PAGOS COM DINHEIRO EMPRESTADO

A reposição dos Salários e Pensões da FP está a ser feita na totalidade com recurso ao endividamento do País.

Por isso a dívida pública e os respetivos juros, suportados pelos contribuintes, estão em crescimento acelerado.

KANDONGA 03.10.2016

NAO sao precisos 6 passos para a compreender, sao os mesmos que levaram ao colapso o LEMAN BROHERS, os produtos Tóxicos, especulados em bolsa.

IS 03.10.2016

Artigo informativo que ajuda a perceber o que se está a passar no Deutsche Bank.

Anónimo 03.10.2016


PS DEIXA MORRER UTENTES DO SNS... PARA DAR MAIS DINHEIRO À FP:

- PS aumenta despesa com salários da FP em 500 milhões de Euros;

- PS reduz horário da FP para 35 horas;

- PS corta orçamento dos Hospitais Públicos.

ver mais comentários
Notícias só para Assinantes
Exclusivos, análise, informação independente e credível. Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia. Inclui acesso à versão ePaper.
Mais uma forma de ler as histórias
da edição impressa do Negócios.
Se ainda não é Assinante Saiba mais
pub
Saber mais e Alertas
pub
pub
pub