Indústria Semapa lucra 114,9 milhões em 2016

Semapa lucra 114,9 milhões em 2016

A Semapa teve lucros de 114,9 milhões de euros, um aumento de 40,9% face ao ano anterior. O que a empresa atribui à subida do EBITDA e melhoria dos resultados financeiros.
Semapa lucra 114,9 milhões em 2016
Alexandra Machado 15 de fevereiro de 2017 às 20:02
A diminuição dos resultados financeiros e o aumento do EBITDA permitiram que a Semapa aumentasse os lucros de 2016 em 40,9%, para 114,9 milhões de euros, anunciou a empresa em comunicado à CMVM.

E foram conseguidos à custa da Navigator que teve um contributo de 143,3 milhões para esses mesmos lucros. Os cimentos tiveram uma contribuição negativa de 18 milhões de euros, diz a empresa detida, em maioria, pelo empresário Pedro Queiroz Pereira.

O volume de negócios da Semapa foi de 2.074,6 milhões de euros, menos 2,7% que no ano anterior. Mas o EBITDA subiu 2,3%, para atingir os 489,1 milhões de euros, com a margem EBITDA a subir para os 23,6%.

Com as amortizações e perdas por imparidades, que atingiram os 247 milhões, os resultados operacionais ficaram, no entanto, aquém dos do ano anterior, passando de 287,9 milhões para 244,5 milhões, menos 15,1%. As amortizações aumentaram com o início da amortização dos investimentos de Cacia, Vila Velha de Ródão e Colombo (pellets), bem como a consolidação integral da Supremo.

Ainda assim, os resultados financeiros acabaram por dar a ajuda final. Melhoraram 39,2% devido à redução das taxas de juro, reembolso da dívida e renegociação da dívida em condições mais vantajosas, diz a Semapa.

A dívida líquida da Semapa consolidada totalizou 1.779,7 milhões de euros no final do ano, menos 23,3 milhões que no ano anterior. 

A Semapa explica ainda que os impostos também ajudaram os lucros, já que em 2016 reverteu um conjunto de provisões fiscais, na sequência "do encerramento do processo de inspecção fiscal da Navigator ao exercício de 2013 e de decisões favoráveis dos tribunais no montante global de 23 milhões de euros, bem como o impacto positivo decorrente da adopção do regime de reavaliação", que teve um efeito positivo de 16 milhões. 

Isto permitiu compensar o facto da Semapa se ter apropriado de menor resultado da Navigator no primeiro semestre de 2016.



A sua opinião6
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
pedro queiros 16.02.2017

já dizia o outro...eles comem tudo..eles comem tudo..eles comem tudo e nao deixam nada.....pobres gestores portugueses que nao sabem o que fazem.

Produtor de Riqueza 16.02.2017

Pois é todos os anos é sempre a bater records.
Desde já quero agradecer as palavras de agradecimento da grande empresa aos trabalhadores pelo sucesso, que foram...já nem sei...nada de nada.
Quero também agradecer e a proposta de aumento salarial de 0.6% e alimentação 0.04€, obrigado

Anónimo 16.02.2017

Ó Anonimo entao e o resto?!?!? Pois é, é uma maravilha e para aumentar os lucros ainda mais, á que por os trabalhadores da fabrica da Figueira da Foz a trabalhar mais horas ( 40 horas semanais ) e pelo mesmo ordenado base ou seja CORTAM NO DESCANSO E NO ORDENADO, esta mas é caladinho rapaz...

pedro queiros 15.02.2017

para os trabalhadores....nepia...!!! ..bola O

ver mais comentários
pub