Research Semapa supera “estimativas” dos analistas apesar da quebra nos lucros

Semapa supera “estimativas” dos analistas apesar da quebra nos lucros

O desempenho do negócio cimenteiro deixou os resultados da Semapa “ligeiramente acima” das estimativas da Haitong.
Semapa supera “estimativas” dos analistas apesar da quebra nos lucros
Miguel Baltazar/Negócios
Wilson Ledo 11 de maio de 2017 às 09:48

Os resultados divulgados esta quarta-feira, 10 de Maio, pela Semapa ficaram "ligeiramente acima das estimativas" da Haitong, impulsionados pelo desempenho do negócio do cimento. "Em suma, consideramos estes resultados ligeiramente positivos para as acções", fez saber a casa de investimento num ‘research’ publicado esta quinta-feira, 11 de Maio.

A "holding" de Pedro Queiroz Pereira – que também se dedica ao negócio da pasta e papel através da The Navigator Company - apresentou lucros de 14,3 milhões de euros no primeiro trimestre deste ano, uma quebra de quase 19% face ao mesmo período de 2015.


"O facto de os nossos números terem sido ultrapassados não é muito relevante de uma forma global, porque os resultados da Navigator já eram conhecidos mas no cimento o EBITDA ficou 12% acima da nossa estimativa", considera o analista Nuno Estácio da Haitong. O indicador subiu 0,6% para os 111,2 milhões de euros.


No negócio do cimento, onde a Secil é o grande activo, é destacado o crescimento das receitas, sobretudo em Portugal e no Brasil. No país-irmão, o crescimento em volume assinala-se em contraciclo com uma quebra no mercado, colocando os preços sob pressão.


É o que nota o CaixaBI também numa nota sobre os resultados da Semapa, onde deixa inalterada a recomendação de compra. "Os preços permaneceram numa trajectória descendente devido ao excesso de oferta. A quebra de preços e o aumento dos custos fixos (expansão da estrutura em resultado da abertura de centros de distribuição e novas centrais de betão) prejudicaram o comportamento do EBITDA", diz o analista Carlos Jesus.


No comunicado à CMVM, a Semapa atribui a quebra nos lucros a uma "evolução desfavorável dos impostos sobre os lucros", tendo pago 12,9 milhões entre Janeiro e Março, um aumento de cerca de 4,8 milhões de euros.


As acções da Semapa estão a subir 0,59% para os 15,39 euros.

Nota: A notícia não dispensa a consulta da nota de "research" emitida pela casa de investimento, que poderá ser pedida junto da mesma. O Negócios alerta para a possibilidade de existirem conflitos de interesse nalguns bancos de investimento em relação à cotada analisada, como participações no seu capital. Para tomar decisões de investimento deverá consultar a nota de "research" na íntegra e informar-se junto do seu intermediário financeiro. 


A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub
pub
pub
pub