Transportes Sérgio Monteiro: "Não haverá um euro na expansão do metro de Lisboa se também não houver no Porto"

Sérgio Monteiro: "Não haverá um euro na expansão do metro de Lisboa se também não houver no Porto"

O secretário de Estado dos Transportes diz que qualquer programa de expansão na capital só avança com o investimento correspondente no Porto e defendeu que as externalidades devem ser usadas para financiar o investimento no sector.
Sérgio Monteiro: "Não haverá um euro na expansão do metro de Lisboa se também não houver no Porto"
Miguel Baltazar/Negócios
Alexandra Noronha 07 de julho de 2014 às 13:38

O secretário de Estado dos Transportes, Sérgio Monteiro, garantiu esta segunda-feira, 7 de Julho, no Porto que "durante a vigência deste Governo, não haverá um euro na expansão do metro de Lisboa se também não houver no Porto". 

 

O governante, que esteve no lançamento do serviço nocturno do Metro do Porto ao fim-de-semana, realçou que "no momento em que houver condições para confirmar que vai haver investimento no quadro comunitário de apoio que começa agora e termina em 2020, fá-lo-emos de forma igual para Lisboa e Porto". No entanto, salientou Sérgio Monteiro, "não estamos em condições de poder afirmar que temos qualquer investimento na rede existente".

 

Para o secretário de Estado, "todas as externalidades podem e devem ajudar. Não acho que seja ajustado que, se uma rede de metro serve uma empresa ou centro comercial, que essa empresa ou centro comercial não contribuam para o financiamento [dessa rede]".

 

Sérgio Monteiro confirmou ainda que a concessão do transporte a privados avança primeiro no Porto, estando prevista já para este mês de Julho. Mas recusou que um atraso no lançamento deste concurso "possa prejudicar os contribuintes". 

 

O secretário de Estado defendeu ainda que os operadores de transportes devem ajudar a pagar o sistema de regulação. 




pub