Automóvel
Só a Lancia, Land Rover, Jaguar e Subaru estão a vender mais em Portugal
01 Agosto 2012, 17:25 por Nuno Carregueiro | nc@negocios.pt
Enviar por email
Reportar erro
0
Entre 40 marcas automóveis, só quatro conseguiram vender mais do que em 2011 nos primeiros sete meses do ano.
O sector automóvel em Portugal está a viver um ano de forte quebra nas vendas, fruto da quebra do consumo das famílias, que cortam sobretudo na compra de bens duradouros, como são aos automóveis.

E quase nenhuma marca automóvel está a conseguir escapar à “sangria” nas vendas de um ano que promete ser o pior desde a liberalização do sector, em 1988.

Nos primeiros sete meses do ano foram 40 as marcas automóveis de ligeiros de passageiros, que venderam pelo menos uma unidade. Entre estas, apenas quatro conseguiram aumentar as vendas face a 2011, um ano que já tinha sido negativo para o sector.

E ganha particular relevância o facto de nenhuma destas marcas terem volumes de vendas expressivos. A Lancia, 26ª marca mais vendida, é a primeira da lista que surge com sinal positivo. Comercializou 234 unidades até Julho, um aumento de 17,6%.

Segue-se a Land Rover, com uma subida de 223% para 223 unidades e a Jaguar, com 78 automóveis vendidos, contra 63 no período homólogo. Resta a Subaru, que vendeu 3 unidades este ano, contra apenas uma em 2011.

O crescimento da Lancia é explicado pela introdução de novos modelos, fruto do acordo entre a Fiat e a Chrysler. A Jaguar também beneficia com os novos modelos, tal como a Land Rover, que este ano estreou o Evoque (na foto à direita).

A Chrysler, Maserati e Maybach ainda não venderam qualquer veículo este ano, quando no mesmo período do ano passado já o tinham feito.

Quedas de dois dígitos em todas as 25 marcas mais vendidas

Na lista das marcas mais vendidas em Portugal este ano, as quedas são generalizadas e de dois dígitos.

A Renault é a marca mais vendida, mas sofreu uma queda de 41,9% nos primeiros sete meses do ano, para 6.952 unidades. A Volkswagen (sem segundo lugar) caiu 37,4% para 6.467 unidades e a Peugeot desceu 39,1% para 5.503.

Entre as marcas que estão este ano a vender menos de metade do registado no mesmo período do ano passado encontram-se a Opel (-54,1%), a Ford (-54,6%) e a Seat (-72,5%).

Nos primeiros sete meses do ano as vendas de automóveis ligeiros de passageiros caíram 41% para 62.661 unidades.

Enviar por email
Reportar erro
0
pesquisaPor tags:
alertasPor palavra-chave: