Desporto Soares de Oliveira responde a críticas de pouco investimento na equipa do Benfica

Soares de Oliveira responde a críticas de pouco investimento na equipa do Benfica

Administrador admite que, se tivesse uma visão apenas emocional do futebol, poderia acompanhar o argumento de que a vertente financeira foi privilegiada correndo o risco de haver um enfraquecimento desportivo.
A carregar o vídeo ...
Tiago Freire
Tiago Freire 20 de setembro de 2017 às 15:21
O Benfica vem de duas derrotas consecutivas - uma para a Liga dos Campeões e outra para o campeonato - e isso tem levantado críticas à política do clube, que vendeu vários jogadores titulares da equipa do ano anterior e investiu pouco em reforços.

Questionado sobre se o Benfica privilegiou a vertente financeira em detrimento da vertente desportiva, Domingos Soares de Oliveira admite que ouve esse argumento e até que, "se eu tivesse uma componente estritamente emocional era capaz de o acompanhar". No entanto, rebate essa tese e explica a razão pela qual o clube não gastou muito em novos jogadores para a equipa, apesar de ter encaixado mais de 100 milhões de euros em vendas.

"Nós estamos seguros do que fizemos, a aposta clara na formação é importante", explica. "Acredito que haja pessoas que pensam que devia ter havido mais investimento, nós acreditamos que é preciso dar oportunidade a jovens jogadores para que eles possam muito rapidamente ter sucesso", acrescentou.

Deu o exemplo de talentos como Bernardo Silva ou João Cancelo, que saíram muito cedo do Benfica e estão a ter sucesso internacional, pretendendo o clube que esse tipo de jogadores se possa aguentar por cá mais anos. "Queremos que os jovens que estamos a formar com qualidade tenham a possibilidade de ter sucesso no Benfica", conclui.



Saber mais e Alertas
pub