Turismo & Lazer Solverde entra no jogo online

Solverde entra no jogo online

O grupo dono do Casino Espinho e do Casino Vilamoura recebeu a décima licença emitida pelo Turismo de Portugal para o jogo online. O site casinosolverde.pt já está online.
Solverde entra no jogo online
Wilson Ledo 12 de setembro de 2017 às 16:49

O grupo Solverde recebeu licença para entrar no jogo online. A autorização foi emitida pelo Serviço de Inspecção e Regulação de Jogos do Turismo de Portugal a 4 de Setembro.

"Este é o sexto casino do grupo mas o primeiro disponível a toda a hora, em todo o país, num prolongamento da experiências dos casinos físicos, com a mesma garantia de qualidade que sempre caracterizou a marca", reagiu em comunicado o grupo liderado por Manuel Violas.


O grupo Solverde é dono dos casinos de Espinho, Vilamoura, Monte Gordo, Praia da Rocha e Chaves. No espaço online poderá explorar jogos de fortuna e azar, nomeadamente jogos de máquina e roleta francesa.


"Ao longo das próximas semanas, os clientes podem esperar muitas novidades: mais ofertas, funcionalidades e novos jogos que serão progressivamente disponibilizados", promete ainda a empresa na nota.


Em 2016, o grupo já tinha dado conta da sua intenção de abrir o casino online até ao final do ano, o que acabou por resvalar para 2017. Nessa altura, previa investir dois milhões de euros e criar 40 postos de trabalho com esta nova modalidade online, onde entra sem parceiros.


Com uma facturação de 101 milhões de euros no ano passado, a Solverde conseguiu voltar aos lucros, com o indicador a fechar nos 2,36 milhões de euros, mostra o seu Relatório e Contas mais recente, referindo uma "melhoria dos níveis de actividade tanto na área de jogo como no sector da hotelaria".




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub
pub
pub
pub