Empresas Sonae prevê ter "ok" da Concorrência à fusão no desporto “até ao final do ano”

Sonae prevê ter "ok" da Concorrência à fusão no desporto “até ao final do ano”

Miguel Mota Freitas, CEO da Sonae SR, “sub-holding” do grupo Sonae dedicada ao retalho especializado, prevê que a luz verde da Autoridade da Concorrência à fusão da Sport Zone com a JD Sports e a JD Sprinter “aconteça até ao final do ano”.
Sonae prevê ter "ok" da Concorrência à fusão no desporto “até ao final do ano”
Até à aprovação da operação de fusão com a JD, "tudo se mantém inalterado" na Sport Zone, sublinha Miguel Mota Freitas, CEO da Sonae SR, num e-mail enviado aos colaboradores.
Rui Neves 14 de setembro de 2017 às 12:49

"Acabámos de fechar o acordo com a JD Sports e a JD Sprinter que pressupõe a criação do novo grupo ibérico com uma posição destacada no sector de retalho de desporto em Portugal, Espanha continental e Canárias", começa por afirmar Miguel Mota Freitas, CEO da Sonae SR, num e-mail enviado aos colaboradores desta "sub-holding" do grupo, poucos minutos depois deste facto relevante ter sido publicado no site da Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), às 7 horas desta quinta-feira, 14 de Setembro.


"Em linha com o calendário que estava acordado e passados seis meses desde o anúncio sobre o princípio de acordo, começo por agradecer a todos vós a forma exemplar como, ao longo de todo o processo, mantiveram o foco nas linhas estratégicas que estavam definidas e na qualidade de serviço que entregamos todos os dias aos nossos clientes", lê-se no e-mail do mesmo gestor, a que o Negócios teve acesso.

 

Concluído o acordo entre a Sonae e a inglesa JD, a concretização da operação fica agora apenas dependente da aprovação pela Autoridade da Concorrência, "o que se prevê que aconteça até ao final do ano", adiantou Miguel Mota Freitas.

 

"Até lá tudo se mantém inalterado", sublinhou.

 

Para o presidente executivo da Sonae SR, que assina o  e-mail como CEO da Sports & Fashion, unidade de negócio que integra a Sport Zone e está debaixo do "chapéu"  Sonae SR,  esta operação de fusão da Sport Zone com a JD na Ibéria irá permitir "reforçar a posição competitiva e a rentabilidade da Sport Zone, potenciando o seu crescimento e abrindo novas oportunidades de desenvolvimento pessoal e profissional para todos" os seus colaboradores.

 

No comunicado emitido esta quinta-feira à CMVM,  a Sonae anunciou que chegou a um acordo com a JD Sports Fashion Plc, a Balaiko Firaja Invest S.L. e a JD Sprinter Holdings 2010, S.L. (JD Sprinter) para a fusão da Sport Zone com os negócios do grupo britânico na Península Ibérica, na sequência do memorando de entendimento anunciado em Março.

 

A empresa que resultará desta união será a segunda maior no mercado de artigos desportivos na Península Ibérica, atrás da Decathlon, com um total de 287 lojas e um volume de negócios estimado para 2016 de 450 milhões de euros.

 

Esta companhia terá 96 lojas em Portugal (onde a JD Sports tem 12 unidades) e 191 em Espanha, onde a Sport Zone já marca presença há vários anos e no final do ano passado chegou às 40 lojas. 




A sua opinião2
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
zeca69 Há 1 semana

safoda a sportzone, eu vou a decathlon!

a isabelinha da sonosol vai OPAR o BCP Há 1 semana

a isabelinha da sonosol vai LANÇAR uma OPA ao MILENIUM BCP a 0.50 por ação ou seja METADE do VALOR do falido MONTEPIO

pub
pub
pub
pub