Imobiliário Sonae Sierra vende MaiaShopping e GuimarãesShopping

Sonae Sierra vende MaiaShopping e GuimarãesShopping

A companhia de seguros Ocidental comprou os dois centros comerciais da Sonae Sierra no Norte de Portugal. O negócio está a ser analisado pela Autoridade da Concorrência.
Sonae Sierra vende MaiaShopping e GuimarãesShopping
Wilson Ledo 06 de dezembro de 2017 às 16:37

Os centros comerciais MaiaShopping e GuimarãesShopping, ambos detidos pela Sonae Sierra, vão mudar de mãos.

A confirmação é dada por um anúncio da Autoridade da Concorrência publicado esta quarta-feira, 6 de Dezembro.

O novo dono será a seguradora Ocidental. "A operação de concentração em causa consiste na aquisição do controlo exclusivo, pela Ocidental – Companhia Portuguesa de Seguros de Vida, S.A., da sociedade 3Shoppings – Holding, SGPS, S.A.".


É nesta última sociedade que se encontram integrados os dois centros comerciais em causa. Uma visita ao "site" da Sonae Sierra comprova que estes dois "shoppings" fazem parte do portefólio do grupo, sendo o "Sierra Fund" o seu proprietário.


No caso do MaiaShopping, que abriu em Novembro de 1997, é referida uma área superior a 28 mil metros quadrados e a existência de 92 lojas. Já o GuimarãesShopping, aberto em Fevereiro de 1995 e ampliado em Outubro de 2009, conta com 101 lojas e quase 29 mil metros quadrados.


A Sonae Sierra dá assim seguimento a uma política a alienação de activos imobiliários, de que são exemplo o AlgarveShopping e o Estação Viana. No final de Novembro, o Negócios escrevia que a participada do grupo Sonae, dono dos supermercados Continente, se preparava para alienar três centros comerciais por um valor a rondar os 400 milhões de euros. Nesse lote estava integrado o RioSul Shopping no Seixal.


Ao que foi possível apurar, estes dois centros comerciais vendidos à Ocidental não estavam integrados no referido lote.




A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Marcelo Costa Há 1 semana

Quando equilibrarem a dívida já muito pouco vai sobrar...

pub