Desporto Sondagem: Sportinguistas preferem Bruno de Carvalho para presidente

Sondagem: Sportinguistas preferem Bruno de Carvalho para presidente

O presidente do Sporting é o favorito à vitória pelos adeptos do Sporting, mas os adeptos dos outros clubes preferem Madeira Rodrigues.
Sondagem: Sportinguistas preferem Bruno de Carvalho para presidente
Reuters
André Cabrita-Mendes 17 de fevereiro de 2017 às 10:23
As eleições no Sporting aproximam-se, com o escrutínio a ter lugar a 4 de Março. Bruno de Carvalho procura assim a sua reeleição frente ao candidato Madeira Rodrigues.

O actual presidente surge como o favorito à vitória na sondagem da Aximage para o Jornal de Negócios e Correio da Manhã.

Bruno de Carvalho é o favorito à vitória nas eleições entre os adeptos do Sporting Clube de Portugal, liderando com 40,2%.

Madeira Rodrigues não surge muito distante, com 36% dos sportinguistas a preferir este candidato, ficando a quatro pontos percentuais do actual presidente.

Mas o caso muda de figura quando os portugueses são "chamados a votar" nas eleições do Sporting. Neste cenário, Madeira Rodrigues é o favorito à vitória com 39,7% dos votos. Bruno de Carvalho, por seu turno, recolhe 28,6% dos votos entre os portugueses.

Tanto os adeptos do Benfica e do Porto preferem a vitória de Madeira Rodrigues, com o candidato a obter 49,1% e 35,5% das intenções de voto dos rivais, respectivamente.

A sondagem também se debruçou sobre os árbitros de futebol. Os 601 inquiridos foram questionados se acreditam que "os árbitros de futebol recebem dinheiro ou favores para beneficiar uns clubes de futebol e prejudicar outros?"

A maioria (53,1%) respondeu acreditar que os árbritos recebem "dinheiro ou favores", enquanto 37,1% respondeu não acreditar nestas prendas.

Separando os adeptos pelos três grandes, é no universo do Futebol Clube do Porto que existe uma maior percentagem de adeptos a acreditarem nas prendas a árbitros (63,8%). Seguem-se os adeptos do Sporting Clube de Portugal (62,4%) e os do Sport Lisboa e Benfica (44,7%).



A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub
pub
pub
pub