Indústria Soplast renasce das cinzas em Valongo
Assinatura Digital. Negócios Primeiro Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE

Soplast renasce das cinzas em Valongo

Destruída por um incêndio em Outubro de 2016, a empresa de injecção de plásticos para automóveis “agarrou-se” a alguns clientes para não fechar portas e investiu sete milhões para iniciar uma segunda vida com 37% dos funcionários.
Soplast renasce das cinzas em Valongo
O director-geral da Soplast, Henrique Rézio, admite que “foi uma loucura” retomar a laboração industrial em menos de um ano.
Ricardo Castelo
António Larguesa 23 de novembro de 2017 às 21:30

Na madrugada de 3 de Outubro de 2016, um incêndio destruiu por completo as instalações da Soplast, que empregava 126 pessoas e facturava 11 milhões de euros anuais. Pouco mais de um ano depois do "maior azar da [sua] histó

)

Assinatura Digital. Negócios Primeiro
Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE
Análise, informação independente e rigorosa.
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo,
nas empresas, nos mercados e na economia.
  • Inclui acesso ao ePaper, a versão do Negócios tal como é impresso em papel. Veja aqui.
  • Acesso ilimitado a todo o site negocios.pt
  • Acesso ilimitado via apps iPad, iPhone, Android e Windows
Saiba mais



Notícias só para Assinantes
Exclusivos, análise, informação independente e credível. Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia. Inclui acesso à versão ePaper.
Mais uma forma de ler as histórias
da edição impressa do Negócios.
Se ainda não é Assinante Saiba mais
pub