Energia Sousa Cintra surpreendido com rescisão de contratos de exploração de petróleo

Sousa Cintra surpreendido com rescisão de contratos de exploração de petróleo

O presidente da Portfuel mostrou-se hoje surpreendido com a intenção do Governo em rescindir os contratos para prospecção e exploração de petróleo no Algarve, salientando que a empresa cumpriu as condições do contrato "com todo o rigor".
Sousa Cintra surpreendido com rescisão de contratos de exploração de petróleo
Inês Lourenço/Correio da Manhã
Lusa 14 de dezembro de 2016 às 09:21

"É uma notícia que não tem sentido. Nós cumprimos com todo o rigor todas as condições do contrato. Não há da nossa parte nenhuma falha. Foi tudo cumprido com rigor. Todas as condições do contrato, não há nenhuma falha. As coisas estão a correr com toda a normalidade. Deve haver algum equívoco", disse à agência Lusa Sousa Cintra.

 

Em declarações à Lusa, o presidente da Portfuel disse não ter recebido qualquer notificação, nem ter conhecimento de que tinha sido pedido um segundo parecer à Procuradoria-geral da República (PGR) sobre os contratos.

 

O Governo vai rescindir os contratos para prospecção e exploração de petróleo no Algarve com a empresa Portfuel, de Sousa Cintra, e com o consórcio que reúne Repsol e Partex, noticia hoje o Diário de Notícias.

 

O governo confirmou ao jornal que vai rescindir os contratos com a empresa Portfuel para pesquisa, desenvolvimento e produção de petróleo 'onshore' nas áreas designadas por Aljezur e Tavira.

 

O executivo adiantou também que deu já início ao processo de rescisão e execução das garantias bancárias no caso do consórcio que reúne Repsol e Partex e que previa a prospecção, pesquisa, desenvolvimento e produção de petróleo na bacia do Algarve.

 

De acordo com o Diário de Notícias (DN), já foram enviadas cartas de notificação às empresas.

 


A sua opinião17
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Anónimo 14.12.2016


Tal como na Câmara de Lisboa...

o Costa Ladrão vai arranjar mais umas indemnizações milionárias para os contribuintes pagarem.

comentários mais recentes
Anónimo 14.12.2016

QUEM RECEBEU A LUVA VAI TER QUE A DEVOLVER. AHAHAHAHAH

Aprendiz 14.12.2016

Aprendeu com o Joe berardo tambem andou a fazer explorações com o dinheiro dos outros e no fim o que achou foi uma negociata com a GALp que lhe comprou o ultimo furo por 4 milhões

pertinaz 14.12.2016

BOA NOTÍCIA PARA O SOUSA CINTRA

NÃO ENCONTROU PETRÓLEO MAS SAIU-LHE A SORTE GRANDE

VAMOS A CAMINHO DE MAIS UMAS INDEMNIZAÇÕES

O POVO QUE PAGUE !!!

Anónimo 14.12.2016

Que "bom". Vamos todos crescer e viver de poesia! Já não há pachorra para tanta utopia! Forcasse!

ver mais comentários
pub
pub
pub
pub