Desporto Sporting e Porto entre os 20 clubes europeus com maiores lucros em 2015

Sporting e Porto entre os 20 clubes europeus com maiores lucros em 2015

Um relatório divulgado pela UEFA mostra que leões e dragões estão entre os clubes europeus que registam maiores lucros em 2015. Em 2014 e 2015 os clubes europeus somaram lucros operacionais de 1,5 mil milhões de euros.
Sporting e Porto entre os 20 clubes europeus com maiores lucros em 2015
Fernando Ferreira
David Santiago 12 de janeiro de 2017 às 13:47

O Sporting CP e o FC Porto são os únicos clubes portugueses que constam entre os 20 clubes europeus que em 2015 registaram maiores lucros. Os leões surgem na posição 13 com lucros de 24 milhões de euros, enquanto os dragões aparecem no 17.º lugar com um resultado líquido de 20 milhões de euros. A margem de lucro do Sporting foi de 38% e a do Porto de 21%.

 

Estes dados constam do relatório divulgado esta quinta-feira pela UEFA, que diz respeito ao relatório financeiro do organismo que tutela o futebol europeu relativo ao ano de 2015. A UEFA nota que muitos clubes entram no top-20 dos mais rentáveis após eventos não recorrentes e extraordinários, muitas das vezes decisões adoptadas por forma a assegurar o cumprimento das regras de fair-play financeiro.

 

Com lucros de 75 milhões de euros em 2015, o Liverpool lidera, seguindo-se o Newcastle com lucros de 43 milhões de euros e o Real Madrid com um resultado líquido de 42 milhões de euros.

 

Já a tabela dos 20 clubes melhor posicionados em termos de lucros operacionais verifica-se que não surge nenhuma equipa portuguesa. O Manchester United lidera esta tabela com lucros operacionais de 143 milhões de euros em 2015, seguido do Paris Saint-Germain (120 milhões de euros) e do Real Madrid (90 milhões de euros).

 

Enquanto um todo, a liga portuguesa gerou lucros de 57 milhões de euros, um resultado positivo mas ainda assim bem distante dos lucros de 143 milhões de euros gerados pelos clubes da primeira liga espanhola em 2015. As 20 principais ligas europeias registaram um resultado líquido negativo de 322 milhões de euros em 2015. Os dragões são ainda o único clube português a surgir entre as 20 equipas de futebol europeias com maiores volumes de receitas. Em 2015, a equipa azul e branca obteve receitas total de 36 milhões de euros. 

 

Os dados revelados pela UEFA mostram ainda que em 2015 os lucros operacionais obtidos pelos clubes de futebol europeus foram de 727 milhões de euros, elevando para 1,5 mil milhões de euros o lucro conseguido em 2014 e 2015.

 

Os clubes do Velho Continente conseguiram lucros operacionais recorde de 799 milhões de euros em 2014, isto depois de já em 2013 terem alcançado um resultado líquido operacional positivo de 339 milhões de euros.

 

A UEFA recorre à análise dos lucros operacionais uma vez que estes medem o fluxo gerado pelos clubes antes das transferências. O lucro de 1,5 mil milhões no acumulado de 2014 e 2015 compara com os lucros combinados de 200 milhões de euros verificados em 2012 e 2013, os primeiros dois anos da entrada em vigor da regra de "break-even" – no essencial implica que os clubes não gastem mais do que ganham - parte das novas regras do fair-play financeiro da UEFA.

 

No acumulado de 2010 e 2011 (o fair-play financeiro da UEFA foi aprovado em 2010 mas só entrou em vigor em 2011) os clubes europeus haviam gerado um prejuízo operacional de 700 milhões de euros. Os dados do mais recente relatório financeiro da UEFA parecem mostrar que as novas regras impostas pelo organismo responsável pela gestão do futebol europeu favorece a criação de resultados positivos.

 

Os nove "super-clubes" cada vez mais dominantes

 

O relatório da UEFA também mostra que o grupo de elite composto por nove clubes – os ingleses Manchester City e Manchester United, Arsenal, Chelsea e Liverpool, os espanhóis Real Madrid e Barcelona, o alemão Bayern de Munique e o gaulês Paris Saint-Germain – estão cada vez mais ricos, cavando um fosso cada vez maior para os restantes clubes da UEFA.

A carregar o vídeo ...







A sua opinião23
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Jorge Aleixo 12.01.2017

E será para acreditar ou é engenharia financeira

José Carlos Cruz Cardoso 12.01.2017

Ja sabia k isto tinha aqui coisa hahaha clubes k vendem menos como podem ter mais lucros deve ser como as empresas portuguesas hahahaha no top de problemas

John Macedo 12.01.2017

Esqueceram-se foi de mencionar que estes dados correspondem à época de 2014/2015.

Alberto Blé Silva 12.01.2017

https://youtu.be/YfD3YnqrkSk

ver mais comentários
Saber mais e Alertas
pub