Desporto Sporting lucra 63 milhões no melhor trimestre de sempre  

Sporting lucra 63 milhões no melhor trimestre de sempre  

As vendas de Slimani e João Mário renderam 70 milhões de euros e foram determinantes para os lucros obtidos no primeiro trimestre fiscal.  
Sporting lucra 63 milhões no melhor trimestre de sempre  
Slimani rendeu 30 milhões de euros ao clube de Alvalade
Bruno Colaço
Nuno Carregueiro 30 de Novembro de 2016 às 18:26

A Sporting SAD fechou o primeiro trimestre fiscal (entre Julho e Setembro deste ano) com um resultado líquido de 62,9 milhões de euros, o que compara com 74 mil euros no mesmo período do ano passado.

 

Em comunicado à CMVM, a SAD liderada por Bruno de Carvalho assinala que este foi o "melhor resultado de sempre desde que foi constituída a sociedade anónima desportiva". Para esta evolução contribuíram de forma significativa as vendas de João Mário e Slimani, que foram concretizadas por um total de 70 milhões de euros.

 

Contudo, em termos líquidos o Sporting encaixou 59,64 milhões de euros com as transacções de atletas, sendo que, além dos dois titulares da época passada, o clube de Alvalade também alienou os direitos desportivos de Naldo ao Krasnodar.

Isto porque aos rendimentos obtidos com as transacções de atletas (72,88 milhões de euros) é necessário retirar os gastos com a compra de jogadores (13,2 milhões de euros). No mesmo período do ano passado o Sporting tinha gerado apenas 1,77 milhões de euros com vendas de jogadores e gasto 298 mil euros em compras.

 

Liga dos Campeões leva receitas a subir mais que os custos

 

As compras e vendas de jogadores não foram o único factor determinante para a evolução das contas do Sporting.

 

Os proveitos operacionais aumentaram 59,4% para 32,2 milhões de euros, uma melhoria que a SAD atribui à participação na UEFA Champions League (aumento de 8,219 milhões de euros), aos direitos televisivos (aumento de 2,4 milhões de euros) e à receita de bilheteira e bilhetes de época (aumento de 737 mil euros).

 

No lado dos gastos também se registou um aumento, mas de dimensão inferior. Subiram 31% para 24,5 milhões de euros, um crescimento que o Sporting atribui ao aumento salarial, "fruto do investimento nas equipas técnicas e nos jogadores profissionais de futebol", que a SAD considera "vital e fundamental para a recuperação do posicionamento de liderança da Sporting SAD".

 

Os gastos com pessoal passaram de 11,6 milhões de euros no primeiro trimestre do ano passado para 15 milhões de euros no mesmo período da actual época.

 

Com as receitas a crescerem acima dos custos, os resultados operacionais sem ter em conta as transacções de jogadores melhoraram de forma substancial, passando de 1,4 para 7,7 milhões de euros.

 

Capital próprio em terreno positivo

 

Devido aos resultados líquidos obtidos no trimestre, a Sporting SAD chegou a Setembro com um capital próprio de 40 milhões de euros, o que compara com um valor negativo de 24,9 milhões de euros no mesmo período do ano passado.

 

O passivo cresceu 11% para 276,8 milhões de euros, um aumento "em grande parte relacionado com o aumento dos valores a pagar a fornecedores, como consequência do investimento no plantel, e nos outros passivos correntes derivados do apuramento do valor a pagar a terceiros por via das referidas alienações dos atletas João Mário e Islam Slimani", refere o comunicado.

 

No exercício fiscal de 2015/16, a SAD do Sporting registou um resultado líquido negativo de 31,9 milhões de euros.




A sua opinião5
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Daniel Almeida Santos Há 3 dias

Este Sporting é igualzinho ao governo, no terceiro trimestre foi tudo do melhor, que aconteceu desde o 25 de Abril??????

comentários mais recentes
Anónimo Há 3 dias

Como isto é um jornal com alguma vertente económica, aqui vai uma outra análise para os mesmos números:

http://serbenfiquista.com/blog_post/sporting-passivo-recorde-custos-galopantes-comiss%C3%B5es-e-perd%C3%A3o-de-juros

Anónimo Há 3 dias

Disse-o ha dias:os moradores tem casas baratinhas,a gerigonca compensa os arrendatarios com subsidios das rendas,os pobrezinhos estalam-se nos melhores lugares do estadio,e por ultimo o mimico juntamente com o GALPista vao ajustar contas com o ultimo do ciculo vicioso(sporting).GENTINHA nobre.

Pedro Miguel Há 3 dias

Tiago Pinto Sergio Gonçalves Bruno Busetayh Antónia Rodrigues

Jorge Costa Há 3 dias

63 milhões... triste este país para quando os clubes de futebol pagarem IMI do seu património como os restantes portugueses...

ver mais comentários
pub