Media Spotify fecha acordo com a Sony

Spotify fecha acordo com a Sony

Já só falta fechar as negociações com a Warner Music para que o serviço de música possa preparar a entrada em bolsa. O pagamento de “royalties” é uma das barreiras a esse passo.
Spotify fecha acordo com a Sony
Reuters
Wilson Ledo 12 de julho de 2017 às 12:38

O serviço de música Spotify chegou a acordo com a editora Sony, escreveu o Financial Times depois de a informação ter sido avançada pela Billboard.

O contrato com a editora de Beyoncé ou Adele permite que o Spotify pague direitos ["royalties"] mais baixos. Em contrapartida, tem de restringir os novos álbuns apenas a clientes "premium", que pagam assinatura, durante duas semanas.


O anúncio chega depois de acordos similares com a Universal Music ou a Merlin. O Spotify está ainda em conversações com a Warner Music, que representa Ed Sheeran ou Bruno Mars.


Só depois de fechado este último pacto, o Spotify deverá preparar-se para entrar em bolsa no último trimestre de 2017. Para já, o acordo com a Sony é encarado como um forte obstáculo levantado nesse caminho.


O Spotify nunca registou lucros. No ano passado, mesmo com um aumento das receitas, os prejuízos duplicaram. Isto porque foi preciso pagar 2,48 mil milhões em "royalties".




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub