Media Subscritores da Netflix em Portugal já podem ver séries “offline”

Subscritores da Netflix em Portugal já podem ver séries “offline”

A plataforma de “streaming” lançou uma nova funcionalidade que permite descarregar alguns filmes e séries de modo a poder assistir aos conteúdos sem ligação à internet.
Subscritores da Netflix em Portugal já podem ver séries “offline”
Bruno Simão
Negócios 30 de Novembro de 2016 às 16:58

Os clientes da Netflix podem, a partir desta quarta-feira, descarregar alguns filmes e séries para mais tarde poderem assistir em modo "offline", sem ligação à Internet. A lista de conteúdos disponíveis para esta opção ainda é reduzida, mas o objectivo da empresa norte-americana é ir alargando a oferta nos próximos meses.

Em Portugal esta funcionalidade também já está disponível, estando já disponíveis para fazer "download" séries como Orange is The New Black, Narcos e The Crown.

De acordo com o comunicado enviado às redacções pela Netflix, esta opção não implica "custos adicionais". "Esta funcionalidade está incluída em todos os planos e disponível para telemóveis e tablets Android e iOS".

O único passo que os subscritores têm de dar é actualizar a aplicação do Netflix para a versão mais recente, alerta a empresa.

A empresa explica ainda que "embora muitos subscritores habitualmente acedam à Netflix em casa, muitos gostariam de poder continuar a ver as suas séries favoritas no avião ou em locais onde a Internet é cara ou limitada. Por isso, a partir de hoje só precisam de premir o botão "transferir" na página dos detalhes de um filme ou série para ver mais tarde em modo offline.

O catálogo de filmes e séries disponíveis para "download" ainda é limitado, mas "mais estão a caminho", adianta a Netflix.

Os principais concorrentes da Netflix, como a Amazon Prime, já têm esta funcionalidade disponível para os seus clientes.




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub