Empresas Supermercado da easyJet com tudo a 33 cêntimos teve de fechar por esgotar stock

Supermercado da easyJet com tudo a 33 cêntimos teve de fechar por esgotar stock

A easyFoodstore, supermercado "low cost" da companhia aérea easyJet, que abriu portas em Londres na terça-feira, teve de encerrar esta quinta-feira por se terem esgotado todos os produtos à venda. Esta sexta-feira reabre e mantém o preço: 33 cêntimos por produto.
Carla Pedro 05 de fevereiro de 2016 às 01:38

Menos de 48 horas depois de ter aberto a sua primeira unidade em Londres, a easyFoodstore – supermercado de ultradescontos lançado pela transportadora aérea "low cost" EasyJet – teve de fechar por falta de produtos, revela em comunicado no seu website e na página do Facebook.

 

Os preços convidativos – 25 pence (32,7 cêntimos de euro) por cada um dos 76 produtos à venda – levaram a uma enchente de clientes neste supermercado-piloto que abriu no dia 2 de Fevereiro em Park Royal, zona noroeste de Londres. Resultado: esta quinta-feira teve de encerrar por já nada ter para vender. 

Stelios Haji-Ioannou, fundador da easyJet, lançou este supermercado – desde 2013 que projectava esta ideia – sob o lema "Não são marcas caras. Apenas alimentos a um preço justo", com o intuito de dar uma oportunidade a que todos possam comer por um valor acessível.

 

No entanto, não imaginava que o sucesso fosse tão arrebatador como demonstrou ser. "Pensámos que teríamos inventário suficiente para duas semanas, mas foi-se tudo num dia e meio", comentou um porta-voz da retalhista, citado pelo jornal The Guardian.

 

O preço de 25 pence por cada um dos 76 produtos à venda neste supermercado – com menos de 20 libras (26,1 euros) pode levar uma unidade de cada um – é promocional e vigorará apenas neste mês de estreia. A partir de Março, o valor de cada produto subirá, mas continuará baixo – a CNBC refere que os preços deverão situar-se perto dos 50 pence por item.

 

Richard Shackleton, director de comunicação do easyGroup, disse à CNBC que se tivessem previsto esta corrida ao estabelecimento por parte dos consumidores, teriam mais stock "à mão" e talvez tivessem ponderado ter uma loja maior.

 

Assim que o teste de viabilidade financeira esteja concluído, a easyFoodstore irá expandir-se para a zona sudeste de Londres, avançou o mesmo responsável, sublinhando que o grupo tem estado a ser abordado por empresas de fora da capital britânica que se mostraram interessadas em operar a marca em regime de franchising.

 

Esta sexta-feira, 5 de Fevereiro, o supermercado reabre as portas. Às 09:00 em ponto. E provavelmente as longas filas para entrar vão continuar ser uma constante. 


(notícia actualizada à 01:57)




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub