Comércio Supermercados Aldi vão subir salários no Reino Unido

Supermercados Aldi vão subir salários no Reino Unido

Os trabalhadores britânicos da cadeia de supermercados alemã Aldi vão ter um aumento dos seus salários. A ambição da empresa é tornar-se a cadeia de supermercados com os salários mais elevados em território britânico.
Supermercados Aldi vão subir salários no Reino Unido
João Santos
Ana Laranjeiro 05 de janeiro de 2017 às 13:48

Os trabalhadores da cadeia de supermercados Aldi no Reino Unido vão ter um aumento salarial. Os mais de três mil trabalhadores vão passar a ganhar 8,53 libras por hora e 9,75 libras caso vivam em Londres. A medida, escreve o The Guardian, vai começar a ser aplicada a partir de 1 de Fevereiro.

Com este aumento salarial a cadeia de supermercados de origem alemã a operar em território britânico torna-se a empresa com os salários mais elevados do sector, ultrapassando o Lidl. O valor pago por hora para os trabalhadores londrinos passa assim a ser o mesmo nas duas cadeias de supermercados, porém os funcionários da Aldi que vivem fora da capital britânica passam a ganhar mais 70 pences que os da concorrente Lidl, de acordo com o jornal.


"Reconhecemos o contributo valioso que os milhares de funcionários das nossas lojas dão todos os dias. A sua dedicação e compromisso é o motivo principal para que a Aldi seja o supermercado que está a crescer mais rápido no Reino Unido", disse Matthew Barnes, director executivo da Aldi no Reino Unido, citado pelo The Guardian. "Empregamos as melhores pessoas no retalho e investimos no seu treino para os habilitar a desempenhar diferentes funções nas lojas".


Esta cadeia de supermercados está em fase de recrutamento no Reino Unido. No próximo mês atinge as 700 lojas neste território e o objectivo é chegar às mil até 2022.


A Aldi está também presente em Portugal, contando com perto de meia centena de lojas.




A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Johnny 05.01.2017

9 libras por hora em londres só dá para viver dentro de uma cabine telefonica