Aviação TAP anuncia o melhor mês de Março de sempre

TAP anuncia o melhor mês de Março de sempre

A transportadora aérea portuguesa transportou mais de um milhão de passageiros em Março, um aumento de 27% face ao mesmo mês no ano passado, que incluiu o aumento de tráfego gerado pela Páscoa – que este ano se realiza em Abril.
TAP anuncia o melhor mês de Março de sempre
Bruno Simão/Negócios
Bruno Simões 11 de abril de 2017 às 10:34

O mês de Março deste ano foi o melhor de sempre para a TAP, informou a companhia num comunicado enviado às redacções. A companhia aérea transportou mais de um milhão de passageiros (em concreto, 1.016.800), o que representa um aumento de 27% (ou 213.440 pessoas) face aos passageiros transportados em Março do ano passado. "Este foi o melhor mês de Março de sempre para a companhia", atesta a TAP.

 

Este resultado ganha ainda mais relevância, nota a transportadora, porque no ano passado, a Páscoa, que é "tradicionalmente um período forte para a operação", teve lugar no mês de Março, o que significa que os números deste ano não beneficiam desse acréscimo de procura. Este ano, a Páscoa celebra-se a 16 de Abril – já no próximo fim-de-semana.

 

Os melhores desempenhos foram obtidos nas rotas norte-americanas do sector Atlântico Norte, que cresceram 168,4% face a Março do ano passado. "O tráfego nas rotas do Brasil registou também um aumento significativo do número de passageiros transportados", que cresceu em Março 33,4% face ao mesmo mês de 2016.

 

Também a Europa, com um acréscimo de 19,8% dos passageiros, e África, com uma subida de 49,1%, "deram um contributo assinalável para o bom desempenho da TAP este mês", adianta a empresa.

 

Março serviu também para fazer o balanço do primeiro ano da ponte aérea entre Lisboa e o Porto. "A Ponte Aérea entre Lisboa e o Porto, que comemorou precisamente em Março um ano de existência, registou resultados muito positivos, tendo transportado mais 21.933 passageiros que no ano anterior", o que representa um aumento de 63,8%, nota.

 

Em toda a rede, o "load factor", ou a taxa de ocupação dos aviões, também aumentou para um valor de "80% em toda a rede", o que representa "uma subida de 9,3 pontos percentuais" face ao mesmo período de 2016.




A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Carlos 11.04.2017

Está tudo a correr bem aos portugueses. Vamos ser campeões mundiais. 'Fascistas' do CDS: engulam. Ou então cuspam, a mim dá-me igual.

pub
Saber mais e Alertas
pub
pub
pub