Aviação TAP aprova plano estratégico para 10 anos e ex-CEO da Azul entra para a gestão

TAP aprova plano estratégico para 10 anos e ex-CEO da Azul entra para a gestão

O Conselho de Administração da TAP aprovou na segunda-feira o plano estratégico da companhia a 10 anos, que tinha 'luz verde' dos accionistas privados, nomeadamente para a expansão da rede, e procedeu a mudanças nos órgãos da empresa.
TAP aprova plano estratégico para 10 anos e ex-CEO da Azul entra para a gestão
Reuters
Lusa 25 de julho de 2017 às 00:20

Numa comunicação interna aos colaboradores, a que a agência Lusa teve acesso, a TAP diz que "para a Comissão Executiva e, consequentemente, para o Conselho de Administração, entra no lugar de Trey Urbahn, Antonoaldo Neves".

 

Antonoaldo Neves é, segundo a nota da TAP, "um executivo de perfil internacional ligado ao sector da aviação há mais de 15 anos, tendo concluído com sucesso, no passado mês de Abril, o projecto de colocação na Bolsa de NY [Nova Iorque] e de SP [São Paulo] da Azul Linhas Aéreas, no que foi o primeiro IPO [Oferta Pública Inicial, em português] 'dual list' (EUA e Brasil) desde 2009".

 

Este responsável foi até agora presidente da Azul Linhas Aéreas, também controlada por David Neeleman, "companhia que ajudou a consolidar com a fusão com a Trip, em conjunto com David Neeleman" - accionista privado da TAP - e que, segundo a empresa, "teve um papel fundamental na expansão internacional daquela companhia". Antes, Antonoaldo Neves trabalhou como consultor e sócio da consultora McKinsey.

 

Na comunicação aos trabalhadores, o presidente da TAP, Fernando Pinto, diz que "a entrada de Antonoaldo Neves é motivo de satisfação, sendo um profissional experiente e com provas dadas no mercado, que vem reforçar" a equipa de gestão.

 

Por seu lado, Antonoaldo Neves afirma-se "entusiasmado e empenhado com o novo desafio profissional para contribuir para transformar a TAP numa companhia ainda mais global e de referência a nível internacional".

 

Sobre o Plano Estratégico da TAP

 

Refere-se ainda que o Conselho de Administração da TAP deliberou também "transmitir orientações à TAPGER - Sociedade de Gestão e Serviços, S.A. no sentido de esta Sociedade submeter às Assembleias-Gerais das Associadas do Grupo TAP, de que é accionista directo", propostas de eleição de membros dos respectivos órgãos sociais.

 

Assim, para a Cateringpor -- Catering de Portugal, S.A., cujos membros dos Órgãos Sociais são indicados pelo accionista TAPGER (nos termos do Acordo Parassocial entre a TAPGER e a LSG), é proposto, para o triénio 2017-2019, para presidente do Conselho de Administração Abílio Martins e para vogal Mário José Matos.

 

Para a Megasis - Sociedade de Serviços e Engenharia Informática (Órgãos Sociais a indicar também pelo accionista único TAPGER, para o triénio 2017-2019), propõe-se Fernando Pinto para presidente do Conselho de Administração e Eduardo Dias Rodrigues e Abílio Martins para vogais do Conselho de Administração.

 

Já para, a UCS- Cuidados Integrados de Saúde, S.A - cujos membros dos Órgãos Sociais são também indicados pelo accionista único TAPGER, para completarem o actual mandato referente ao quadriénio 2015-2018 -, na decorrência das renúncias apresentadas por dois membros dos Órgãos Sociais, Anabela Resende Jorge deverá entrar como vogal do Conselho de Administração, em substituição de Orlanda do Céu Silva Sampaio Pimenta d'Aguiar, que apresentou renúncia ao cargo em 17 de Julho de 2017.




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub
pub
pub
pub