Aviação TAP quer voltar ao Porto para “brigar com as low cost”

TAP quer voltar ao Porto para “brigar com as low cost”

David Neeleman diz que a companhia aérea está em negociações com o Porto para reforçar a sua operação a Norte. Para tal, exige “as mesmas condições que os outros” em termos de subsídios.
A carregar o vídeo ...
Wilson Ledo 19 de outubro de 2017 às 11:25

A TAP pretende anunciar, na Primavera de 2018, novos voos para o Aeroporto Francisco Sá Carneiro, no Porto. A intenção foi demonstrada esta quinta-feira, 19 de Outubro, pelo accionista David Neeleman.

"Estamos a chegar a um ponto em que podemos ter mais voo lá", considerou num pequeno-almoço com empresários. A verdadeira intenção é "brigar com as ‘low cost’", que é como quem diz, aumentar a concorrência a Norte.

O accionista – que integra o consórcio Atlantic Gateway com Humberto Pedrosa – explica que a TAP está a negociar com o aeroporto "para ter as mesmas condições que os outros têm para fazer esses voos", referindo-se a subsídios.

Neeleman reconhece a crescente concorrência das companhias de baixo custo, com uma consequente perda de quota de mercado da TAP, num panorama mais amplo.

Com o regresso ao Porto, inverte a tendência de fecho de rotas que marcam o processo inicial da privatização, motivando as críticas do autarca Rui Moreira. Esse desinvestimento colocou a Ryanair como a principal companhia no Sá Carneiro.


O reforço no Porto beneficiará dos 10 aviões que a TAP prevê que se juntem à frota durante o próximo ano.




A sua opinião5
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo Há 1 dia

Tanta "generosidade" ??? A Tap não é parceiro fiavel para o Porto.

Anónimo Há 1 dia

AGORA É ESCUSADO.....O PORTO NÃO PRECISA MAIS DA TAP....AS COMPANHIAS AÉREAS SOUBERAM APROVEITAR A SAIDA DA TAP.....AGORA FIQUEM POR LISBOA E PELO BRASIL!!!
TAP = TAKE ANOTHER PLANE!!!

ABZ Há 1 dia

A famosa "ponte aérea" da TAP entre Porto e Lisboa, é uma vergonha para a TAP. As pontes aéreas são para quem quer fugir e não para quem quer viajar! Para além disso os preços são muito mais caros que a Ryan Air.

Micas Há 1 dia

Subsídios? Chantagem para servir todo o território nacional? Então a empresa não é 50% pública, ou seja de todos os portugueses? O que é que diz a geringonça sobre isto?

ver mais comentários
pub