Energia Tarifa bi-horária de electricidade penaliza milhares de famílias

Tarifa bi-horária de electricidade penaliza milhares de famílias

Para compensar, o consumo feito nas chamadas horas vazias tem de ser superior a 36%. Segundo o Público, das 775 mil famílias no mercado regulado de electricidade, há uma fatia que paga mais do que precisa.
Tarifa bi-horária de electricidade penaliza milhares de famílias
Bloomberg
Negócios 29 de maio de 2017 às 09:03

Há cerca de 1,34 milhões de clientes de electricidade que ainda estão no mercado regulado. Destes, quase 60% têm tarifas bi-horárias (668 mil) ou tri-horária (107 mil).

Em Dia Mundial de Energia, o jornal Público fez as contas e chegou à conclusão que o uso destas tarifas só compensa se o consumo feito nas horas de vazio – como à noite ou fins-de-semana – for superior a 36% do total.

Não concretizando o número de famílias que saem prejudicadas por este cenário (porque não existem dados), a publicação explica que há muitas famílias que não sabem quais são os seus valores mais baixos de consumo. Dessa forma, para uma parte delas poderia compensar uma mudança para tarifa simples.

O mercado regulado de electricidade, onde os preços são fixados pelas empresas fornecedoras, tem já 4,8 milhões de clientes.


A sua opinião6
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado alberto9 Há 3 semanas

O mercado liberalizado é uma palhaçada, só serve para as operadoras roubarem mais os clientes. Para o exemplo da tarifa bi-horária, as tarifas da EDP comercial são mais caras que as tarifas da EDP regulada.
Se existem picos de consumo, as empresas deveriam ter todo o interesse em desviar os consumos para os periodos de vazio, mas as tarifas propostas aos clientes indicam o contrário, pois, e como o artigo diz, só compensam para rácios de consumo em vazio muito altos, ou seja, as empresas querem é ganhar dinheiro com os clientes e não estão interessadas em distribuir melhor esses consumos.

comentários mais recentes
Anónimo Há 3 semanas

Efetivamente é um roubo e tem conivência do governo e da ERSE entidade reguladora, que, supostamente deveria defender consumidores. Quando objetivo deveria ser transferir consumos para noite (quando há excesso produção) penaliza-se quem o faz, pagando mais que a tarifa simples no período diurno.

Camponio da beira Há 3 semanas

Pois mas cá a electricidade é mais cara para poderem vender aos espanhois nas horas mortas a 1 centimo UM CENTIMO.

espoliado Há 3 semanas

A EDP, assim como outras grandes empresas de raiz nacional, são um embuste politico e uma roubalheira ao consumidor doméstico que, nesta bosta de país, por muito que mude de fornecedor o ladrão é sempre o mesmo.
A única hipótese é a importação, coisa vedada ao consumidor doméstico e odiada pelas corruptas autarquias, democraticamente eleitas pelas ovelhas do costume. Seria uma felicidade assistir ao funeral de todas estas empresas como daquela dos telefones da qual já nem me recordo o nome. Isto do "global sourcing" é muito bonito, mas como tudo, só para quem tem poder de compra e influência politica. Já agora, gostava de saber o preço Kwh pago pelos grandes consumidores multinacionais neste sitio da treta. Já longe vai o tempo em que eu brincava com estes monopoliozecos da treta.

A trampa da EDP Há 3 semanas

Sem concorrência, roubam os portugueses, ganham milhões (4/5 portugueses). Porque não posso ter electricidade espanhola que é metade???????

ver mais comentários
pub
pub
pub
pub