Empresas Teixeira Duarte vende 90% da gestora do Hospital de Cascais para reduzir passivo

Teixeira Duarte vende 90% da gestora do Hospital de Cascais para reduzir passivo

A construtora anunciou a celebração de um contrato com vista à alienação de 90% da sua participada TDHOSP - Gestão de Edifício Hospitalar.
Teixeira Duarte vende 90% da gestora do Hospital de Cascais para reduzir passivo
Carla Pedro 12 de abril de 2018 às 18:41

A Teixeira Duarte "celebrou um contrato para alienação de 90% da sua participada TDHOSP - Gestão de Edifício Hospitalar, com impacto nos capitais próprios de cerca de 19 milhões de euros, permitindo uma redução do passivo do grupo em 75 milhões de euros", anunciou em comunicado à CMVM a construtora liderada por Pedro Teixeira Duarte (na foto).

 

Segundo o documento, a Teixeira Duarte - Engenharia e Construções (TD-EC), sociedade dominada a 100% pela Teixeira Duarte, celebrou no passado dia 9 de Abril "um contrato com subsidiárias de um fundo de investimento gerido pela sociedade gestora 3i Investments plc para alienação de 90% do capital social da TDHOSP - Gestão de Edifício Hospitalar".

 

A TDHOSP é uma sociedade detida a 100% pela TD-EC e é titular da concessão para a gestão do edifício do Hospital de Cascais.

 

A transmissão tem como condição suspensiva, além da obtenção do consentimento da própria TDHOSP, a obtenção de autorização por parte do Estado português, enquanto entidade concedente, e das entidades financiadoras da concessão, o que se estima que ocorra até 30 de Julho, adianta o comunicado.

 

O preço global definido para a operação, incluindo a transmissão das acções e dos direitos de crédito existentes sobre a TDHOSP, é de cerca de 19,4 milhões de euros.

A TDGI – Tecnologia de Gestão de Imóveis, empresa do grupo Teixeira Duarte, "prosseguirá com a prestação de serviços de gestão, manutenção de instalações e equipamentos e assistência técnica a este edifício hospitalar nos mesmos termos que os actualmente em vigor", acrescenta o documento.

Na sessão bolsista desta quinta-feira, a Teixeira Duarte fechou inalterada face à véspera, nos 25 cêntimos por acção.


Desde o início do ano, a construtora acumula um ganho de 19,89%, depois de uma queda superior a 79% entre 2014 e 2016.




pub