Telecomunicações Telefónica sofre nova derrota em tribunal pelo pacto de não agressão com PT

Telefónica sofre nova derrota em tribunal pelo pacto de não agressão com PT

A Comissão Europeia tinha condenado a Telefónica e a PT por considerar ilegal o pacto de não agressão feito em 2010.
Alexandra Machado 13 de dezembro de 2017 às 11:52
A Telefónica perdeu o recurso da sentença do tribunal europeu que confirmou a multa da Comissão Europeia por um pacto considerado anticoncorrencial com a Portugal Telecom, por ocasião da venda da Vivo, em que ambas as operadores acordaram um pacto de não agressão.

No recurso, a Telefónica solicitava a anulação da sentença do tribunal geral da União Europeia, de 28 de Junho de 2016, em que confirmou a multa da Comissão Europeia. Nessa primeira acção, a Telefónica pedia a anulação da decisão comunitária de 23 de Janeiro de 2013. 

Para a Comissão, o pacto de não agressão, revelado à época pelo Negócios, equivalia a um acordo de repartição de mercado, com o objectivo de restringir a concorrência. 

Assim, foi fixada uma coima de 2% das vendas das empresas para a fixação de coimas. Por não ser uma cláusula secreta a Comissão reduzir o montante da multa em 20%. A Telefónica ficou assim obrigada a pagar 66,894 milhões de euros e a PT (agora Pharol) a pagar 12,29 milhões de euros.




A sua opinião2
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
comentar
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentários mais recentes
Anónimo 13.12.2017

Este acordo denuncia os processos usados por aquele que foi distinguido como o melhor gestor de telecomunicações europeu, segundo os investidores e analistas que votaram, votação essa organizada pelo Institutional Investor Magazine.
https://www.dn.pt/economia/interior/zeinal-bava-eleito-melhor-ceo-do-sector-na-europa--1801794.html

Anónimo 13.12.2017

Péssima notícia para a Pharol

Saber mais e Alertas
pub