Banca & Finanças "Tem havido conversas" com o Governo sobre os swaps

"Tem havido conversas" com o Governo sobre os swaps

O Santander está disponível para negociar com o Governo uma solução para os contratos de "swap" das empresas públicas, à semelhança do que aconteceu na Madeira. "Tem havido conversas", admitiu Vieira Monteiro.
"Tem havido conversas" com o Governo sobre os swaps
Miguel Baltazar/Negócios
Maria João Gago 25 de janeiro de 2017 às 12:58

"Tem havido conversas" com o Governo sobre os contratos de "swap" que o Santander Totta fez com diversas empresas públicas de transporte e que o Estado contesta, admitiu António Vieira Monteiro, presidente do banco.

 

"O banco sempre quis fazer um acordo. Temos esperança de lá chegar", tal como aconteceu em relação aos "swaps" de cinco empresas públicas da Região Autónoma da Madeira. 

 

O banqueiro admite que a solução negociação na Madeira possa não ser aplicada a nível nacional. "A cada situação a sua solução", defendeu, garantido que o banco "está aberto a todas as soluções". 

 

Em causa estão contratos no valor total de 1.300 milhões de euros, a que se somam 500 milhões de fluxos financeiros que as empresas deixaram de pagar. Além disso, haverá ainda que juntar os juros de mora e os custos dos processos judiciais. 

(Notícia actualizada às 13:17 com mais informação)




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
Saber mais e Alertas
pub