Automóvel Tesla prepara semi-reboque eléctrico que pode deslocar-se em comboio

Tesla prepara semi-reboque eléctrico que pode deslocar-se em comboio

As mensagens trocadas entre a empresa de Musk e as autoridades rodoviárias sinalizam que pode estar para breve o teste em estrada de um protótipo de camião eléctrico, conduzido autonomamente e que se desloca em comboio com outras viaturas.
Tesla prepara semi-reboque eléctrico que pode deslocar-se em comboio
Bloomberg
Negócios com Reuters 10 de agosto de 2017 às 12:04
A construtora de automóveis eléctricos Tesla está a desenvolver um novo veículo que pode mudar a forma como o transporte pesado de mercadorias pode ser feito no futuro. Além da tecnologia da electrificação automóvel, a companhia fundada por Elon Musk está a acrescentar a viaturas pesadas funcionalidades de condução autónoma e deslocação organizada, estando próxima de testar um protótipo.

A informação é avançada pela Reuters, que menciona uma troca de mensagens entre a empresa e as autoridades rodoviárias (DMV na sigla inglesa) do estado norte-americano do Nevada, em que se depreende estar para breve um teste destes veículos em estrada. Segundo a agência, as mensagens trocadas fazem referência a um semi-reboque eléctrico, sem condutor e capaz de se deslocar em longas distâncias em articulação com outros camiões semelhantes – em comboio –, seguindo um veículo-líder.

"Para garantir que estamos em sintonia, o nosso principal objectivo é conseguir levar a cabo os testes dos nossos protótipos de camiões em contínuo para lá da fronteira do estado e dentro dos estados do Nevada e Califórnia, em pelotão e/ou em modo autónomo, sem ter qualquer pessoa nos veículos," refere o responsável pela regulação na Tesla, Nasser Zamani, na carta à DMV do Nevada.

Funcionalidades que são conhecidas a cerca de um mês da data apontada por Musk – Setembro – para dar a conhecer o primeiro camião eléctrico da empresa e que nunca antes tinham sido associadas a esta intenção de desenvolvimento do veículo. E poucos dias depois de a Tesla ter começado a produzir os primeiros exemplares do seu Model 3, aquele que será o seu veículo mais acessível às massas. 

Com a electrificação e autonomização da condução de camiões, a Tesla junta-se assim a outras empresas que, em Silicon Valley, trabalham no desenho de soluções de condução autónoma associada à deslocação dos veículos em "pelotão", como acontece com a Peloton Technology, que trabalha com a Volvo.

Mas há dúvidas de que o plano seja exequível no curto prazo, dadas as actuais limitações das baterias. "A carga [destes camiões] passaria a ser essencialmente a bateria," adverte o investigador em baterias de iões de lítio, Venkat Viswanathan, na Carnegie Mellon University, numa alusão ao tamanho das baterias que seria necessário instalar nestas viaturas para torná-las competitivas em relação ao diesel.

Enquanto um camião a gasóleo pode percorrer até 800 quilómetros com um tanque atestado, a autonomia de um camião eléctrico é de 80 quilómetros de distância por cada carregamento.



A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub
pub
pub
pub