Media The Wall Street Journal despede-se hoje da edição impressa na Europa

The Wall Street Journal despede-se hoje da edição impressa na Europa

A publicação norte-americana decidiu deixar de publicar a edição em papel na Europa e Ásia devido à quebra das receitas com publicidade.
The Wall Street Journal despede-se hoje da edição impressa na Europa
Reuters
Negócios 29 de setembro de 2017 às 10:37

O The Wall Street Journal publica esta sexta-feira, 29 de Setembro, a sua última edição em papel na Europa. Na Ásia, a edição impressa tem despedida marcada para o final da próxima semana.

O título de informação económica e financeira, parte da News Corp de Rupert Murdoch, tomou a decisão de deixar as edições impressas nestas duas geografias devido à quebra das receitas com publicidade.

Ao longo do último ano, o The Wall Street Journal tem vindo a implementar o "WSJ 2020", um plano de três anos para virar o título cada vez mais para o mundo digital. Segundo a Bloomberg, o plano envolveu a redução de postos de trabalho e a fusão de algumas secções do jornal impresso.

No início deste ano, um representante sindical disse à agência noticiosa que a publicação norte-americana estava a despedir funcionários na Ásia e na Europa, ainda que a empresa tenha garantido que "continuava comprometida" em cobrir aquelas regiões.

Tal como acontece com outros jornais, o The Wall Street Journal está a tentar captar mais assinantes online para compensar a queda contínua das receitas de publicidade da edição impressa. No último trimestre, as receitas de publicidade caíram 12%, enquanto o número de assinantes subiu para 1,3 milhões. 




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub