Banca & Finanças Totta faz primeiro acordo no caso dos "swaps"
Assinatura Digital. Negócios Primeiro Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE

Totta faz primeiro acordo no caso dos "swaps"

O acordo do Santander Totta e do Governo da Madeira para os "swaps" das empresas regionais mostra disponibilidade negocial. Vieira Monteiro não desdenharia ter um entendimento com as empresas públicas de transportes.
Totta faz primeiro acordo no caso dos "swaps"
Bruno Simão

O acordo entre o Santander Totta e o Governo Regional da Madeira para a reestruturação dos contratos de "swap" celebrados com diversas empresas públicas regionais é uma demonstração da disponibilidade negocial )

Assinatura Digital. Negócios Primeiro
Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE
Análise, informação independente e rigorosa.
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo,
nas empresas, nos mercados e na economia.
  • Inclui acesso ao ePaper, a versão do Negócios tal como é impresso em papel. Veja aqui.
  • Acesso ilimitado a todo o site negocios.pt
  • Acesso ilimitado via apps iPad, iPhone, Android e Windows
Saiba mais



A sua opinião2
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Ze Afonso 24.01.2017

O que está em causa é a legalidade destes contratos. Os contratos swaps vendidos não são contratos simples mas sim swaps estruturados que na generalidade dos casos não cumprem a sua função de cobertura.
Incrível é como tudo isto passa ao lado de CMVM e Banco de Portugal.

Anónimo 23.01.2017

Mas, os contratos de SWAP não são para cumprir? É brincadeira de gestores ? Se o prejudicado fosse o Banco o governo da Madeira também negociava?

Notícias só para Assinantes
Exclusivos, análise, informação independente e credível. Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia. Inclui acesso à versão ePaper.
Mais uma forma de ler as histórias
da edição impressa do Negócios.
Se ainda não é Assinante Saiba mais
pub
pub
pub
pub