Banca & Finanças Totta sobre lesados do Banif: "Porque seremos nós a pagar o que não fizemos?"

Totta sobre lesados do Banif: "Porque seremos nós a pagar o que não fizemos?"

Vieira Monteiro recuou a 2015 para defender que não é o responsável por reembolsar os credores subordinados. Na altura, argumenta, o banco era maioritariamente público e tinha administradores públicos.
A carregar o vídeo ...
Diogo Cavaleiro 01 de agosto de 2017 às 13:03

O Santander Totta recusa que seja sua responsabilidade encontrar uma solução para os obrigacionistas subordinados do Banif, banco que adquiriu, no âmbito da medida de resolução aplicada a 20 de Dezembro de 2015.

 

"Porque seremos nós a ter de pagar aquilo que não fizemos?", lançou António Vieira Monteiro na conferência de imprensa de apresentação dos resultados semestrais, período em que o lucro aumentou 17% para 229 milhões de euros.

 

O presidente do Santander Totta recuou a 2015 para referir a proposta de compra pelo Banif que apresentou ainda antes de ter sido decidida a medida de resolução. "Na primeira proposta, que significava comprar a totalidade, nós assumíamos o pagamento dessas obrigações subordinadas", relembrou.

 

"Por decisão pública, foi decidido que os obrigacionistas subordinados fossem retirados e ficassem no Banif", acrescentou Vieira Monteiro, referindo-se à resolução aplicada pelo Banco de Portugal. Numa resolução bancária, os obrigacionistas subordinados seguem-se aos accionistas na absorção de perdas.

 

Para referir que o Totta não tem responsabilidades em encontrar uma solução para os credores subordinados, o presidente afirmou que o "Estado tinha 60% do banco", além de ter administrador nomeados pelo Estado. "O Santander não vendeu nenhuma situação", frisou.

 

Sobre se está disponível para encontrar uma solução para os investidores, como o representante do Estado Diogo Lacerda Machado defendeu, Vieira Monteiro foi indirecto: "Eu nunca digo não". "Sempre estivemos disponíveis para negociar os ‘swap’". 




A sua opinião25
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Anónimo 01.08.2017

Totta sobre lesados do Banif: "Porque seremos nós a pagar o que não fizemos?"

ESTE SEBHOR DEVE SER UMA SUMIDADE!
A MIHA PERGUNTA É:
ENTÃO E PORQUE TÊM DE SER OS CONTRIBUINTES EM GERAL?

comentários mais recentes
Anónimo 01.08.2017

E já agora falta a TVI pagar os danos que causou a todos os que perderam dinheiro.

Anónimo 01.08.2017

Obrigacionistas não todos os accionistas tambem porque o estado Portugues que tinha administradores no Banco não zelou pelo dinheiro de ninguem por isso o responsavel Estado / governo + os administradores + o Banco de Portugal + a CMVM todos deviam pagar .
São eles os responsaveis não fizeram nada.
Artigo 22.º
Responsabilidade das entidades públicas

O Estado e as demais entidades públicas são civilmente responsáveis, em forma solidária com os titulares dos seus órgãos, funcionários ou agentes, por acções ou omissões praticadas no exercício das suas funções e por causa desse exercício, de que resulte violação dos direitos, liberdades e garantias ou prejuízo para outrem.
A Constituição Portuguesa é para ser CUMPRIDA existe gente neste País cuja função é zelar pelo cumprimento da Constituição " ONDE É QUE ELES ANDAM " ????????????????????

jorge tormenta 01.08.2017

Têm de pagar porque compraram,isto ainda não é a republica das bananas (mas parece)

Anónimo 01.08.2017

Sim, realmente tem razão. Quem paga 0,05% por um DP e empresta a 8,5% porque havia de pagar a alguém.

ver mais comentários
pub
Saber mais e Alertas
pub
pub
pub