Empresas Toys "R" Us fecha um quinto das lojas nos EUA

Toys "R" Us fecha um quinto das lojas nos EUA

A cadeia de distribuição de brinquedos Toys "R" Us anunciou que, no âmbito do seu processo de reestruturação, vai encerrar cerca de 180 lojas nos Estados Unidos entre Fevereiro e Abril.
Toys "R" Us fecha um quinto das lojas nos EUA
Reuters
Carla Pedro 24 de janeiro de 2018 às 18:58

A Toys "R" Us, que no Verão passado pediu protecção contra credores ao abrigo do capítulo 11 da Lei de Falências dos EUA, anunciou, citada pela Reuters, que vai encerrar cerca de um quinto dos seus estabelecimentos nos Estados Unidos, durante os próximos meses.

 

O encerramento de cerca de 180 lojas nos EUA arranca em inícios de Fevereiro e decorre até meados de Abril, anunciou o CEO, David Brandon, numa carta divulgada no website da empresa.

Por seu lado, as 83 lojas Toys "R" Us no Canadá manter-se-ão todas abertas, anunciou a presidente da unidade canadiana, Melanie Teed-Murch.

 

Brandon, que integrou a empresa norte-americana como presidente executivo em 2015, depois de ter protagonizado uma reviravolta na Domino’s Pizza Inc., apercebeu-se de lacunas em matéria de experiência do consumidor, algo a que quer dar a volta.

 

A empresa pediu protecção contra credores ao abrigo da Lei de Falências a 19 de Setembro de 2017 - e fez o mesmo para a sua subsidiária no Canadá - para poder reestruturar a sua dívida de longo prazo, no valor de cinco mil milhões de dólares, deixando pairar receios quanto ao futuro dos seus 64.000 funcionários e quase 1.600 lojas, sublinha a Reuters.

 

Este processo tem estado também a provocar algumas dores de cabeça aos dois maiores fornecedores da Toys "R" Us, as fabricantes de brinquedos Mattel e Hasbro, recorda a agência noticiosa.

A Toys "R" Us, que também opera a cadeia Babies "R" Us, disse estar a planear remodelar as suas lojas físicas, ao mesmo tempo que investe em websites.

No passado mês de Dezembro, a Toys "R" Us tinha já anunciado que deveria encerrar pelo menos 25% das suas 105 lojas no Reino Unido – processo que está previsto arrancar esta Primavera.




A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
General Ciresp Há 14 horas

E 1 porra,e 1 porra.Quando a galinha fecha o olho nao ha dedo q o dilate.Meteu-se na cabeca da mulher q havia de ser igual ao homem e ja nao ha quem a vir.Se os estados nao tivessem enterrados de dividas ate a testa podiam eles mesmos dar um salario as mulheres para terem filhos.Tudo teso men a gait

pub