Empresas Toys R Us já fez pedido de protecção contra credores

Toys R Us já fez pedido de protecção contra credores

Um porta-voz da empresa garantiu que as operações da Toys R Us vão continuar normalmente, não existindo para já nenhum plano de encerramentos. Em Portugal, a empresa conta com 10 lojas.
Toys R Us já fez pedido de protecção contra credores
Reuters
Negócios 19 de setembro de 2017 às 10:28

A cadeia de lojas de brinquedos Toys R Us apresentou na segunda-feira, 18 de Setembro, um pedido de protecção contra credores nos Estados Unidos e pretende seguir o mesmo procedimento em relação à sua subsidiária no Canadá. 

A empresa, que se debate com uma pesada dívida e uma concorrência cada vez mais feroz por parte de retalhistas online como a Amazon, apresentou o pedido no U.S. Bankruptcy Court em Richmond, Virginia.

Segundo a CNBC, a empresa tem uma dívida de 4,9 mil milhões de dólares, sendo que a maior parte do passivo está relacionado com a compra alavancada de 7,5 mil milhões de dólares da própria companhia pela Bain Capital, KKR & Co. e Vornado Realty Trust em 2005.

"O dia de hoje marca o início de uma nova era na Toys R Us, em que esperamos que as restrições financeiras que nos travaram sejam resolvidas de uma forma duradoura e eficaz", afirmou Dave Brandon, presidente e CEO da empresa, num comunicado citado pela CNBC. "Estamos confiantes de que estes são os passos certos para garantir que as marcas icónicas Toys R Us e Babies R Us vivam durante muitas gerações". 


A Toys R Us não anunciou planos para o encerramento de lojas, garantindo que as operações, a nível global, vão continuar.

"Como qualquer outra retalhista, as decisões sobre eventuais encerramentos de lojas – e aberturas – continuarão a ter por base o que faz mais sentido para o negócio", afirmou Michael Freitag, porta-voz da companhia, num email citado pela Bloomberg.

A agência noticiosa recorda que, só este ano, mais de uma dezena de grandes retalhistas pediram protecção contra credores, incluindo a Payless Inc., Gymboree Corp. e a Perfumania Holdings Inc. Todas elas estão a recorrer ao Capítulo 11 da Lei de Falências dos EUA para encerrar lojas e expander as suas operações online.

Em comunicado, a Mattel expressou a sua solidariedade para com a Toys R Us, particularmente tendo em conta a época de Natal que se aproxima. "Como um dos nossos mais importantes parceiros, estamos comprometidos em apoiar a Toys R Us e a sua administração neste processo, particularmente tendo em consideração que nos aproximamos da época festiva".

De acordo com as informações disponibilizadas no site da empresa, a Toys R Us conta com 873 lojas Toys "R" Us and Babies "R" Us nos Estados Unidos e Porto Rico, mais de 600 lojas internacionais e mais de 140 lojas licenciadas em 35 países e jurisdições. Em Portugal, a marca estreou-se em 1993, contando actualmente com 10 lojas. 

(Notícia actualizada às 11:16 com comunicado do CEO)




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub
Saber mais e Alertas
pub
pub
pub