Telecomunicações Trabalhadores da PT sem funções estão dispensados de ir trabalhar

Trabalhadores da PT sem funções estão dispensados de ir trabalhar

A PT informou os trabalhadores que estão sem funções que não precisam de se deslocar para o seu local de trabalho, enquanto não se encontra uma solução para cada situação.
Trabalhadores da PT sem funções estão dispensados de ir trabalhar
Marta Poppe
Negócios 11 de outubro de 2017 às 07:50

Os trabalhadores da PT que estão sem funções receberam nos últimos dias uma proposta que os dispensa de irem trabalhar, avançam o Expresso e o Público. A missiva foi assinada pela directora de recursos humanos, Ana Rita Lopes, que diz autoriza, "a título excepcional e temporário, a dispensa de assiduidade". Esta dispensa começa no dia 15 de Outubro e termina a 15 de Janeiro de 2018. São três meses em que estes funcionários podem ficar em casa. Mas, alerta a mesma proposta, esta decisão "pode cessar a qualquer momento por iniciativa da empresa".

 

O Expresso diz que muitos trabalhadores vão aceitar a proposta, que não é obrigatória, porque é uma forma de diminuir a pressão psicológica. Já o Público adianta que a comissão de trabalhadores e os sindicatos foram apanhados de surpresa, tendo pedido à equipa liderada por Cláudia Goya (na foto) que "suspenda o processo enquanto este não for discutido e os seus contornos explicados". Francisco Gonçalves, da comissão de trabalhadores, diz que é preciso que a empresa explique os objectivos desta medida.

 

A PT explicou ao Público que "foram pedidas contribuições aos sindicatos que até ao momento ainda não foram recebidas. As soluções encontradas pela PT / Altice até à data passam por: encontrar funções para os trabalhadores em causa, propor condições vantajosas de saída e dar dispensa de assiduidade até se conseguir encontrar o enquadramento adequado".




Saber mais e Alertas
pub