Empresas Trabalhadores do Pingo Doce vão ter descontos de 50% na próxima semana

Trabalhadores do Pingo Doce vão ter descontos de 50% na próxima semana

Os trabalhadores dos supermercados Pingo Doce que estiveram de serviço no feriado do 1.º de Maio vão poder fazer compras ao longo da próxima semana com um desconto de 50%, confirmou a empresa à Lusa.
Lusa 05 de Maio de 2012 às 11:45
Fonte do grupo Jerónimo Martins, proprietário dos supermercados Pingo Doce, disse à agência Lusa que o pessoal que esteve a trabalhar no feriado vai poder usufruir da promoção desse dia entre segunda-feira e sexta-feira. No feriado o Pingo Doce deu descontos de 50 por cento aos clientes que fizeram compras superiores a 100 euros, gerando uma enorme afluência às lojas que resultou em incidentes que obrigaram à intervenção da polícia em vários locais.

O Sindicato do Trabalhadores do Comércio e Escritórios (CESP) criticou o grupo por não ter respeitado o feriado do Dia do Trabalhador e acusou-o de prejudicar o sector, considerando que vendeu produtos abaixo do preço de custo.




A sua opinião30
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
J. Anacleto 07.05.2012

50% nas compras, 500% de remuneração no 1 de Maio e mais um dia de folga foi o que os trabalhadores ganharam por trabalhar nesse dia! Quem não quer isto?! Quem me dera que na minha companhia fizessem isso (será que mais alguma faz isto?!)
Por muito que tentem atacar a verdade e que foi um sucesso quer para nós consumidores quer para os trabalhadores.

Vitor 07.05.2012

Como é possivel ainda se estar a falar numa campanha de marketing ,que considero absolutamente genial quer ao nivel de gestao e marketing.Uma empresa privada que paga os seus impostos ,que paga aos fornecedores a 10 dias, que nao tem queixas de comissao de trabalhadores,vem agora estes "anormais" politicos ,sindicatos ,alguns pseudo comentadores ,que sao pagos para comentar tudo ,criticar esta açao privada que demonstra a qualidade e sensibilidade dos gestores do pingo doce.Logicamente que nao fizeram isto para ajudar a populaçao ,ninguem é tao ingenuo assim,mas indiretamente ajudaram muita gente que nao tem possibilidade para comer certos bens alimentares essenciais a conseguirem comprar e armazenar ..Dumping ,venda ccom prejuizo,1 Dia num mes ...´só mesmo esta classe politica que nao sabe o que é gerir nem trabalhar no duro com stress diario é que faz estas criticas ...já algum fornecedor fez alguma queixa do Pingo Doce por ter tentado negociar preços devido a campanha? ...Concentrem-se no que esta a acontecer no Pais e deixem as empresas ..

Anónimo 06.05.2012

A idade media e o feudalismo estão aí a porta

Mikefeelgood 06.05.2012

Todos os que criticam negativamente este tipo de acções. Se o Pingo Doce, ou qualquer outra empresa investirem em publicidade na TV, com patetas bonitinhos a dizer que são os bons, gastam muito mais, sem escoar mercadoria. O negócio é maior escoamento e circulação de mercadorias, pois o segredo do negócio não é a venda, mas sim obter o melhor valor na compra, e isso só conseguem na quantidade contratada anualmente. Abram os olhos porque é bom para todos. Consumidores, e Produtores também ganham, não é como noutros Distribuidores que tentam controlar o mercado com a estabilização dos preços.

ver mais comentários
pub