Transportes Transporte ilegal de passageiros já vai custar mais

Transporte ilegal de passageiros já vai custar mais

As coimas para o transporte ilegal de passageiros estão agravadas. O diploma, que resultou de uma proposta do PCP, foi publicado em Diário da República.
Transporte ilegal de passageiros já vai custar mais
Bruno Simão
Alexandra Machado 21 de Novembro de 2016 às 09:59

Quem exerça a actividade de transporte em táxi de forma ilegal já vai ter coimas agravadas, de acordo com o diploma que está esta segunda-feira, 21 de Novembro, publicado em Diário da República.

 

O diploma determina que o exercício da actividade sem alvará passa a ser punível com uma coima entre 2.000 e 4.500 euros, para as pessoas singulares, e de entre 5.000 e 15 mil euros para pessoas colectivas. Em caso de reincidência, a coima duplica.

 

De acordo com o diploma, o agravamento das coimas é aplicável "igualmente à prática de angariação, com recurso a sistemas de comunicações electrónicas, de serviços para viaturas sem alvará", o que acaba por apanhar serviços como a Uber ou Cabify.

 

No diploma determina-se ainda o estabelecimento de coimas de 2.000 a 4.500 euros para a utilização de veículo não licenciado ou não averbado em alvará ou a utilização não justificada de veículo licenciado em concelho diferente.

 

O Presidente da República já tinha promulgado este diploma em Outubro, que tinha sido aprovado na Assembleia da República, sob proposta do PCP, que justificou a proposta de alterar o diploma com a disseminação da Uber. O diploma votado a 30 de Setembro foi aprovado pelo PS, BE, PCP, PEV e PAN, tendo merecido a abstenção de PSD e CDS-PP.






A sua opinião5
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
António Nunes Há 2 semanas

Meus Srs, é uma lei aprovada no parlamento e promulgada pelo Presidente que foi democraticamente eleito ainda bem, pois esta multinacional manobra a opinião publica, desrespeita tribunais, falta ao respeito aos seus próprios motoristas, pelas leis de cada nação impondo o seu modelo de negócio.

LOL Há 2 semanas

Vocês são é escumalha. UBER UBER UBER

Anónimo Há 2 semanas

A maioria da gente cá do terreiro pequeno, quer è de graça e, anarquia.

Anónimo Há 2 semanas

É Portugal no seu melhor concorrência isso faz mal a quem está instalado nas máfias do nosso pais .
se for por carteiras profissionais vejam os taxistas de Portugal pior qualidade deve ser difícil .
pagar menos e ser melhor servido isso é para gente estúpida . porque será a uber má .

ver mais comentários
pub
Saber mais e Alertas
pub
pub
pub