Tecnologias Uber compra startup de inteligência artificial

Uber compra startup de inteligência artificial

A nova aquisição da Uber poderá vir a ser uma rampa de lançamento da empresa na oferta de veículos autónomos.  
Uber compra startup de inteligência artificial
Pedro Catarino/Correio da Manhã
Negócios 05 de dezembro de 2016 às 17:18

A Uber comprou esta segunda-feira, 5 de Dezembro, a startup Geometric Intelligence INC. Segundo a Bloomberg, a nova divisão da Uber, a Uber AI Labs, será coordenada por Gary Marcus, professor de psicologia e ciência neural na Universidade de Nova Iorque.

 

Na equipa da investigação estarão também presentes Zoubin Ghahramani, especialista de aprendizagem de máquinas na Universidade de Cambridge, Kenneth Stanley, professor de ciência de computação da Universidade da Flórida Central, e Douglas Bemis, especialista de neurolinguística.

 

De acordo com a mesma fonte, o novo projecto de investigação passará pelo melhoramento de algoritmos que a Uber utiliza para ligar condutores e passageiros, e novas técnicas para construir veículos autónomos. O Wall Street Journal acrescenta que a Uber AI Labs pretende melhorar as previsões de trânsito, a compreensão de linguagem e o entendimento visual.

 

"Automóveis autónomos vão estar no centro daquilo que fazemos", afirma Gary Marcus citado pelo mesmo jornal. O mesmo avança que a Uber AI Labs começará a contratar "agressivamente", com possibilidade de abrir um escritório no reino Unido.

 

A Uber é uma das várias empresas que tem vindo a apostar no mercado de veículos autónomos. A empresa comprou em Agosto a startup Ottomotto, que tem vindo a desenvolver um camião de longo curso autónomo. No mesmo mês, a empresa anunciou uma parceria com a Volvo. No passado mês de Setembro, a empresa correu testes de veículos automáticos em São Petersburgo.

 

Esta segunda-feira foi confirmada a aposta da Apple no mercado automóvel autónomo. Os planos foram conhecidos após ter sido dada a conhecer uma carta enviada por Steve Kenner, director de integridade dos produtos da Apple, à Administração Nacional de Segurança Rodoviária norte-americana.


A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub