Automóvel Uber reduz prejuízos e procura novo administrador financeiro

Uber reduz prejuízos e procura novo administrador financeiro

Um dos requisitos pedidos pela plataforma de transportes é experiência em empresas cotadas, o que levanta a suspeita de uma preparação para a entrada em bolsa.
Uber reduz prejuízos e procura novo administrador financeiro
Reuters
Wilson Ledo 01 de junho de 2017 às 12:03

A plataforma de transporte privado Uber registou prejuízos de 700 milhões de dólares (cerca de 680 milhões de euros) no primeiro trimestre deste ano.

O valor é menor do que os 991 milhões de dólares (cerca de 883 milhões de euros) em prejuízos no mesmo período do ano passado, embora a Uber não tenha feito essa comparação directa, escreve o Business Insider.


A empresa liderada por Travis Kalanick fez ainda saber que as suas receitas aumentaram 18% face ao trimestre anterior, para os 3,4 mil milhões de dólares (cerca de três mil milhões de euros).


Nesta fase, a Uber está à procura de um novo director financeiro, depois do anúncio da saída de Gautam Gupta para Julho. A experiência em empresas cotadas é um dos requisitos para o novo responsável no cargo.


Por isso mesmo, escreve o Business Insider, uma entrada em bolsa da Uber – avaliada em 69 mil milhões de dólares (cerca de 62 mil milhões de euros) – pode estar mais perto de ser uma realidade. Até porque a tecnológica deixou os investidores despertos depois de começar a divulgar mais resultados financeiros, de uma forma selectiva, no início deste ano.




A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Carlos 01.06.2017

Como é que uma empresa destas dá prejuízo?

pub