Telecomunicações UE vai avançar com wi-fi grátis em espaços públicos

UE vai avançar com wi-fi grátis em espaços públicos

Os negociadores da União Europeia chegaram a consenso sobre o financiamento da instalação de pontos de acesso wi-fi grátis em espaços públicos. O acordo prevê um investimento de 120 milhões de euros.
UE vai avançar com wi-fi grátis em espaços públicos
Reuters
Sara Ribeiro 02 de junho de 2017 às 16:39

O Parlamento Europeu, o Conselho e a Comissão Europeia chegaram a um acordo político relativo à iniciativa WiFi4EU. Segundo o comunicado emitido esta sexta-feira, 2 de Junho, o acordo inclui um compromisso assumido pelas três instituições "para assegurar a atribuição de um montante global de 120 milhões de euros ao financiamento de equipamentos para serviços públicos Wi-Fi gratuitos em 6.000 a 8.000 municípios em todos os Estados-Membros".

A iniciativa, anunciada em Setembro de 2016 pelo presidente da Comissão Europeia Jean-Claude Juncker, consiste em instalar até ao ano de 2020 pontos de acesso wi-fi gratuitos em praças públicas, largos, hospitais, parques e outros espaços públicos.

As fontes específicas de financiamento, que estão incluídas no programa Mercado Único Digital, "serão decididas nos debates legislativos em curso sobre a revisão do actual programa do Quadro Financeiro Plurianual", detalha Bruxelas.

As autoridades públicas locais (municípios ou grupos de municípios) que pretendam ter redes wi-fi gratuitas em áreas públicas onde ainda não existem pontos de acesso de internet sem fios, poderão candidatar-se a financiamento quando o sistema for criado.

Para tal, "será utilizada uma subvenção, sob a forma de vales, para adquirir e instalar equipamento de última geração, ou seja, pontos de acesso locais sem fios, ficando a autoridade pública responsável pelos custos de funcionamento da ligação".

Andrus Ansip, vice-presidente responsável pelo Mercado Único Digital, felicitou o acordo alcançado pelas entidades na noite de quinta-feira. E sublinhou que "a estratégia para o Mercado Único Digital visa construir uma Europa plenamente ligada, em que todas as pessoas têm acesso a redes digitais de elevada qualidade".

"A iniciativa WiFi4EU irá melhorar a conectividade, nomeadamente nos casos em que o acesso à internet é limitado. A iniciativa WiFi4EU constitui um primeiro passo positivo, mas há ainda muito mais a fazer para conseguir uma conectividade de alta velocidade em todo o território da UE – como melhorar a coordenação do espectro à escala europeia e estimular os investimentos em redes de capacidade elevada de que a Europa precisa", relembrou.


A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Conselheiro de Trump Há 3 semanas

Boa noticia para nos leitores,menos boa para quem a confecciona.Ainda ontem foi noticia que o imposto sobre jornais e revistas ia baixar,optimo,mas com a de hoje,a noticia de ontem e assim,assim.Para alem de todos os dizeres e pensares,importante sera manter as populacoes dentro do acontecimento.

pub