Banca & Finanças Várias misericórdias já têm participações no Montepio
Assinatura Digital. Negócios Primeiro Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE

Várias misericórdias já têm participações no Montepio

Há várias misericórdias e outras instituições da economia social que já têm unidades de participação no banco do Montepio. Para já, estas entidades estão de fora das negociações que podem levar a Santa Casa a entrar na caixa económica.
Várias misericórdias já têm participações no Montepio
Bruno Simão/Negócios

Há cerca de duas dezenas de entidades da economia social – misericórdias,  Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS) e cooperativas – que detêm unidades de participação

)

Assinatura Digital. Negócios Primeiro
Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE
Análise, informação independente e rigorosa.
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo,
nas empresas, nos mercados e na economia.
  • Inclui acesso ao ePaper, a versão do Negócios tal como é impresso em papel. Veja aqui.
  • Acesso ilimitado a todo o site negocios.pt
  • Acesso ilimitado via apps iPad, iPhone, Android e Windows
Saiba mais



A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado JCG 04.07.2017

Mais uma cena típica de um país de alienados! Mas agora a vocação das Misericórdias passou a ser a de investidores bolsistas? Isto anda tudo maluco? Cada beijo ou afecto do Prof Marcelo transforma uma pessoa relativamente racional num alienado mental? Tendo um efeito tipo droga... Não me parece que as Misericórdias devam gerir os seus orçamentos visando gerar recursos para investir na bolsa em ações de uma banqueta com gestão de qualidade mais que duvidosa.

comentários mais recentes
JCG 04.07.2017

Mais uma cena típica de um país de alienados! Mas agora a vocação das Misericórdias passou a ser a de investidores bolsistas? Isto anda tudo maluco? Cada beijo ou afecto do Prof Marcelo transforma uma pessoa relativamente racional num alienado mental? Tendo um efeito tipo droga... Não me parece que as Misericórdias devam gerir os seus orçamentos visando gerar recursos para investir na bolsa em ações de uma banqueta com gestão de qualidade mais que duvidosa.

Notícias só para Assinantes
Exclusivos, análise, informação independente e credível. Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia. Inclui acesso à versão ePaper.
Mais uma forma de ler as histórias
da edição impressa do Negócios.
Se ainda não é Assinante Saiba mais
pub
pub
pub
pub