Imobiliário Venda de imobiliário ligado ao Novo Banco rende mais de 50 milhões

Venda de imobiliário ligado ao Novo Banco rende mais de 50 milhões

A Aguirre Newman intermediou a venda à Finangeste e investidores internacionais de vários edifícios em oito concelhos do país, incluindo Lisboa, onde alienou o número 50 da Rua Castilho.
Venda de imobiliário ligado ao Novo Banco rende mais de 50 milhões
DR
Paulo Zacarias Gomes 04 de setembro de 2017 às 12:35
A GNB-Gestão de Activos, do universo Novo Banco, vendeu um conjunto de activos imobiliários à Finangeste e a investidores internacionais, uma operação que proporcionou um encaixe superior a 50 milhões de euros.

A alienação, feita através da Aguirre Newman, compreende edifícios com uma área de 35 mil metros quadrados, incluindo dez edifícios e cinco fracções autónomas em oito concelhos do país: Lisboa, Oeiras, Sintra, Almada, Tomar, Caldas da Rainha, Matosinhos e Funchal.

Um dos edifícios é o da Rua Castilho, 50, no centro de Lisboa, de acordo com o comunicado da consultora imobiliária. O edifício vendido em Oeiras tem cerca de 6.000 metros quadrados.

O Negócios sabe que a venda em causa faz parte de um portefólio maior, avaliado em 250 milhões de euros, e que nos próximos três meses poderá haver novas vendas de património detidas pelos fundos da GNB-Gestão de activos.

Além da venda destes activos imobiliários, o Novo Banco esperava no início do mês por autorizações para a venda da sucursal na Venezuela e tinha à venda a GNB Seguros Vida e o Banco Internacional de Cabo Verde, além do BES Vénétie.



A sua opinião5
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Ventura Santos Há 2 semanas

Sim, ainda falta aquele apartamento no Cacém e o prédio na Brandoa. Assim, tudo junto, vai para mais de 100 milhões ...

Anónimo Há 2 semanas

Mais um pouco do meu que voou,

Anónimo Há 2 semanas

Dinheirinho que irá directamente para o bolso de algum político e afiliados.

Sempre os mesmos Há 2 semanas

Vai-se a ver são os Espiritos Santos a comprar o que era deles SÃO SEMPRE OS MESMOS quanto é que o novo banco já fez em vendas contando com aquelas em que recuou dizer os montantes e os termos do negócio ? ALGUEM do GOVERNO SABE RESPONDER ? ou isso não interessa ?

ver mais comentários
pub