Desporto Venda do AC Milan estará concluída até ao início de Dezembro

Venda do AC Milan estará concluída até ao início de Dezembro

A venda do clube italiano a um consórcio de investidores chineses por 740 milhões de euros deverá ficar fechada até ao início de Dezembro. Ou ainda este mês, segundo a Reuters.
Venda do AC Milan estará concluída até ao início de Dezembro
REUTERS Stefano Rellandini
Negócios 04 de Novembro de 2016 às 16:00

O italiano AC Milan poderá passar para mãos chinesas já este mês. Segundo avança a Reuters esta sexta-feira, 4 de Novembro, o acordo para vender o clube a um consórcio de investidores chineses estará fechado no início de Dezembro, ou até antes, segundo uma fontes referidas pela agência noticiosa.  

 

Em Agosto, o antigo primeiro-ministro italiano, Silvio Berlusconi – que controla a Fininvest, holding que detém 100% do capital do Milan – assinou um acordo preliminar que avaliava o clube em 740 milhões de euros, incluindo 220 milhões de dívida. Nessa altura, o prazo estabelecido para o fecho do negócio era o final deste ano.

 

Porém, fontes citadas pela Reuters adiantam que o prazo é agora o dia 3 de Dezembro, ainda que o acordo possa ser fechado ainda mais cedo, a 23 de Novembro.

 

A aquisição do AC Milan será feita através de uma sociedade veículo – a Sino-Europe Sports Investment Management Changxing – da qual fazem parte o Haixia Capital, um fundo de investimento estatal chinês, e também Yonghong Li, presidente do veículo. Esta sociedade deverá integrar mais dois ou três investidores, cujas identidades só serão reveladas após o acordo final.

 

A Berlusconi, que controla o AC Milan há mais de três décadas, será oferecido o cargo de presidente honorário do clube. O antigo governante está há vários meses a tentar vender o clube num dos momentos mais críticos da sua história, que remonta a 1899.

 

O AC Milan, que apresentou prejuízos de 93,5 milhões de euros no ano passado, precisa de uma injecção de capital para financiar o seu negócio e colocá-lo em pé de igualdade com os principais clubes europeus.




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub
pub
pub
pub