Automóvel Vendas de automóveis aceleram em Agosto. Renault reforça liderança

Vendas de automóveis aceleram em Agosto. Renault reforça liderança

As vendas de automóveis em Portugal continuam a acelerar, tendo atingido em Agosto uma taxa de crescimento de dois dígitos.
Vendas de automóveis aceleram em Agosto. Renault reforça liderança
Nuno Carregueiro 01 de setembro de 2017 às 17:25

De acordo com os dados publicados esta sexta-feira pela ACAP, no mês passado foram vendidos em Portugal 14.414 automóveis ligeiros, o que traduz um crescimento de 11,7%. Nos veículos de passageiros o crescimento foi de 11,5% e nos comerciais 12,7%.

 

Este bom desempenho do mercado em Agosto aumentou o crescimento acumulado nos primeiros oito meses do ano, que atingiu 8,6%.

 

Incluindo na análise os veículos pesados, o total do mercado automóvel português cresceu 13,1% em Agosto e 8,7% nos primeiros oito meses do ano, para um total de 184.360 unidades vendidas.   

 

O crescimento das vendas de automóveis reflecte a melhoria da economia portuguesa, que cresceu no segundo trimestre ao ritmo mais forte em 17 anos (2,9%), com a ajuda do reforço do consumo das famílias.   

 

Renault dispara na liderança. Mercedes ameaça VW

 

Na análise por marcas, a francesa Renault é cada vez mais líder do mercado português. Aumentou as vendas em 22,9% nos primeiros oito meses deste ano, para um total de 17.756 unidades. A quota de mercado é agora de 13,93%, o que compara com 12,25% no mesmo período de 2016.

 

No segundo lugar a Peugeot também está tranquila, com a manutenção da quota de mercado nos 9,46%, após um aumento das vendas de 8,2% nos primeiros oito meses do ano.

 

No terceiro posto não se pode dizer o mesmo, pois a Volkswagen tem o posto ameaçado. A marca que tem sido penalizada pelo escâmdalo das emissões poluentes, diminuiu as vendas em 3,5% nos primeiros oito meses do ano, o que provocou uma queda na quota de mercado para 7,41% (8,29% no mesmo período do ano passado).

 

Muito perto está outra marca alemã, a Mercedes, que aumentou as vendas em 6% e tem agora 7,32% do mercado. A BMW completa o Top5 (quota de 6,51%) e a Fiat impede as marcas alemãs de colocarem quatro nomes após as francesas. É que a Fiat aumentou as vendas em 20,2%, para ocupar agora a sexta posição (6,01% de quota), que em 2016 era ocupada pela Opel (quota de 5,97%).

 

Quanto às marcas de luxo, a Jaguar aumentou as vendas em 17% para 515 unidades e a Porsche cresceu 79,5% para 149 veículos. A Ferrari cresceu 45,5% para 16 unidades.




A sua opinião6
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Anónimo 01.09.2017

Se os automóveis produzidos na unidade industrial da VW em Palmela podem vir a sofrer uma redução de 33 ou mais por cento no seu preço por via da aplicação de tecnologia da área da automação e robótica industrial, obviamente que eu enquanto consumidor de automóveis quero usufruir o quanto antes dessa redução de preço. Se por acréscimo, enquanto accionista, posso obter sob a forma de dividendos e potenciais mais-valias um excelente retorno sobre o investimento em acções dessas empresas que desenvolvem e fabricam sistemas de automação e robótica industrial, não restam dúvidas de que o sindicalismo defensor do excedentarismo, a par com a corrupção, a escravatura e o genocídio, é um mal que deve ser extirpado das economias e sociedades sem qualquer hesitação.

comentários mais recentes
Tuga sempre Tuga 02.09.2017

Mercedes a gasóleo? Os alemães não os querem pois vão ser proibidos nas cidades. A gasolina? Os modelos A, B e 180c têm motores Renault. Os Tugas são mesmo nabos.

pertinaz 02.09.2017

PUDERA... VAMOS SAIR DO LIXO...

A Tentar Perceber 01.09.2017

Negar evidências tão claras, tão Monstruosas, é a demonstração do baixíssimo Caráter de quem o faz, está notícia é mais uma de tantas é constantes melhorias do Portugal de António Costa, o claro ERRO que foi ter Passos Coelho num Governo um PSD e CDS foram o nosso maior Erro, a nossa Desgraça.

BCP fecha trimestre com + de 400 MILHÕES 01.09.2017


BCP é sempre a AVIAR perdão a LUCRAR

ESTE Mês o MILENIUM BCP VAI FECHAR O 3 TRIMESTRE com MAIS DE 400 MILHÕES DE EUROS DE LUCROS SEGUNDO as ESTMATIVAS DOS ANALISTAS

ver mais comentários
Saber mais e Alertas
pub