Automóvel Vendas de carros de luxo disparam em 2017

Vendas de carros de luxo disparam em 2017

Aston Martin, Bentley e Lamborghini foram as marcas que mais aumentaram as vendas no ano passado em Portugal, com taxas de variação de três dígitos.
Nuno Carregueiro 02 de janeiro de 2018 às 20:08

Os volumes de venda continuam a ser pouco expressivos, mas as marcas de automóveis de luxo foram as que mais cresceram no ano passado em Portugal, revelam os dados publicados pela ACAP esta terça-feira, 2 de Janeiro.


Num ano em que as vendas de veículos ligeiros em Portugal aumentaram 7,6%, todas as marcas de luxo alcançaram desempenhos superiores. Destacam-se a Bentley, Aston Martin e Lamborghini, as únicas em quase 40 marcas que conseguiram taxas de crescimento de três dígitos. Porsche, Maserati e Ferrari registam taxas de crescimento de dois dígitos.


Porsche é a que vende mais. Aston Martin a que mais cresce

Entre as marcas de topo, a Porsche apresenta o maior volume de vendas. Foram matriculados 207 automóveis desta marca alemã no ano passado, o que representa um crescimento de 56,8% face 2016 e o melhor resultado desde 2014, ano em que as vendas foram quase o dobro.  

Já a Maserati consegui o seu melhor de sempre em Portugal, com 52 unidades vendidas (crescimento de 20,9%). A Ferrari cresceu 17,6% para 20 unidades, sendo 2017 o melhor ano desde 2010, quando foram vendidos 23 automóveis da marca italiana.

As outras três marcas registaram vendas menos expressivas, mas crescimentos mais robustos. A Aston Martin vendeu 17 automóveis em Portugal contra 7 no ano anterior (+150%) e a Bentley passou de 4 para 10 unidades vendidas. Por fim, foram vendidos quatro Lamborghini no ano passado, o dobro do registado em 2016 e o melhor registo desde 2010 (6 automóveis).

Vendas das marcas de luxo por unidade desde 2010:

Crescimento do mercado abranda


Estes crescimentos contrastam com os registados pela quase generalidade das marcas portugueses, num mercado que cresceu abaixo dos 10% no ano passado.

As vendas de veículos automóveis ligeiros em Portugal aumentaram 7,6% em 2017, naquele que foi o quinto ano consecutivo de crescimento deste mercado.

 

Apesar de continuar positivo, o mercado automóvel abrandou substancialmente no ano passado, já que o crescimento de 7,6% foi o mais baixo desde período de cinco anos, que representa uma recuperação das fortes quedas sentidas nos anos da crise em Portugal.

 

Apesar destes cinco anos de retoma no mercado, o nível de vendas no ano passado permanece abaixo do registado em 2010, que foi o último ano antes da crise. Em 2017 foram matriculados pelos representantes oficiais de marca em Portugal um total de 260.654 automóveis ligeiros em Portugal. Em 2010 as vendas aumentaram 34,6% para 269.133 veículos.




pub