Banca & Finanças Vice-governador nomeado para comité europeu de protecção dos consumidores

Vice-governador nomeado para comité europeu de protecção dos consumidores

Pedro Duarte Neves, que foi durante anos responsável pela supervisão da solidez da banca portuguesa, vai presidir ao comité da Autoridade Bancária Europeia para a protecção dos consumidores e inovação financeira.
Vice-governador nomeado para comité europeu de protecção dos consumidores
Miguel Baltazar/Negócios
Diogo Cavaleiro 12 de junho de 2017 às 18:29

Pedro Duarte Neves (na foto), que está de saída do cargo de vice-governador do Banco de Portugal, vai presidir ao organismo da Autoridade Bancária Europeia (EBA) que visa a defesa dos clientes bancários.


"O vice-governador do Banco de Portugal, Pedro Duarte Neves, foi eleito presidente do comité para a protecção dos consumidores e inovação financeira da Autoridade Bancária Europeia", indica um comunicado enviado pelo regulador liderado por Carlos Costa.

 

A Autoridade Bancária Europeia é o supervisor da banca da União Europeia, sendo que nos seus órgãos contém o comité para a protecção dos consumidores, que será agora presidido por Duarte Neves, depois da eleição decidida "pelos representantes das 28 autoridades de supervisão participantes no conselho de supervisores da EBA, o órgão máximo desta autoridade". A EBA é presidida pelo antigo governador italiano Andrea Enria, sendo que o vice-presidente é o próprio Duarte Neves.

 

"O comité para a protecção dos consumidores e inovação financeira foi criado em 2011 e tem como objectivos promover a transparência, a simplicidade e a equidade do mercado interno para os consumidores de produtos e serviços financeiros, monitorizar a inovação financeira e promover sistemas de pagamentos seguros e eficientes na União Europeia", assinala o comunicado do Banco de Portugal.

 

Duarte Neves, vice-governador desde 2006, foi reconduzido em Setembro de 2011, tendo terminado já o seu segundo mandato. Foi responsável pela supervisão prudencial até 2014, tendo deixado essa pasta após a resolução do BES. Contudo, o economista continua em funções, dado que ainda se aguarda a nomeação dos substitutos, que só ocorrerá após a audição parlamentar. 

 

Na nova estrutura, Duarte Neves sai do cargo, sendo que os vice-governadores passam a ser Elisa Ferreira e Luís Máximo dos Santos, actuais administradores. Luís Laginha de Sousa e Ana Paula Serra são os novos vogais da administração, que se vão juntar a Hélder Rosalino no órgão liderado por Carlos Costa.




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub