Desporto Viciação de resultados de ténis em Portugal e Espanha leva à detenção de 34 pessoas

Viciação de resultados de ténis em Portugal e Espanha leva à detenção de 34 pessoas

A polícia espanhola deteve 34 pessoas, incluindo seis jogadores de ténis, por viciação de resultados em torneios em Portugal e Espanha, que lhes terão rendido em apostas cerca de meio milhão de euros.
Viciação de resultados de ténis em Portugal e Espanha leva à detenção de 34 pessoas
Kiyoshi Ota/Bloomberg
Lusa 01 de Dezembro de 2016 às 13:36
O responsável da operação da Guardia Civil, que se estendeu por várias províncias espanholas, indicou em conferência de imprensa que todos os tenistas são homens e figuram entre as posições 800 e 1.400 no ranking mundial. Na tabela espanhola, estão entre o 30.º e o 360.º lugar.

A polícia acrescentou que a investigação, designada 'Operação Futures', encontrou provas de que os detidos, todos espanhóis, estão envolvidos na manipulação de resultados em 17 torneios de categorias inferiores - Future e Challenger - disputados no Porto, Madrid, Sevilha, Huelva e Tarragona.

Os alegados líderes na rede estão entre os detidos e foram capturados em Sevilha e na Corunha.

Os tenistas estão acusados de corrupção no desporto e incorrem numa pena de seis meses a quatro anos de prisão, além de poderem ser punidos pelas autoridades desportivas. Os implicados estão indiciados, entre outras coisas, por burla e associação criminosa.



A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub