Empresas Novas regras para transporte de mercadorias deixam empresas à beira de um ataque de nervos

Novas regras para transporte de mercadorias deixam empresas à beira de um ataque de nervos

A partir de 1 de Maio nenhum camião pode circular sem autorização das Finanças. Mas o sistema informático ainda não está a funcionar. Nuno Ramalho, da Associação Portuguesa de Operadores Logísticos alerta para o risco de faltarem produtos no mercado. Veja o vídeo que passou no programa Negócios, na CMTV.
A carregar o vídeo ...
Filipa Lino 11 de abril de 2013 às 18:05

A partir de 1 de Maio nenhum camião pode circular sem autorização das Finanças. Mas o sistema informático ainda não está a funcionar e as empresas temem o caos no início do próximo mês. Nuno Ramalho, da Associação Portuguesa de Operadores Logísticos alerta para o risco de faltarem produtos no mercado. Veja o vídeo que passou no programa Negócios, na CMTV.

 




A sua opinião12
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado REVOLUÇÃO 11.04.2013

CHEGOU A HORA DE ARREBENTAR À BOMBA ESTE ESTADO E REGIME POLITICO GATUNO CORRUPTO E TRAIDOR. SE DITAS AUTORIDADES OS MANDAREM PARAR NA ESTRADA A PRIMEIRA COISA A FAZEREM É ARREBENTAREM COM OS MIOLOS DESSAS AUTERIDADES.... É UM DEVER CIVO PATRIOTICO E LEGAL ARRAZAR COM ESTE ESTADO GATUNO E TRAIDOR.

comentários mais recentes
nunes 12.04.2013

Meu caro, molestar as autoridades n é solução. Não seja cobarde e ataque quem hipotecou o país a este ponto, de não haver com que pagar a DÍVIDA e ainda por cima ficou com os bolsos cheios de grana. Colocar uma bomba, nos partidos que fizeram isto .

Anónimo 12.04.2013

Um absurdo só possível porque somos dirigidos por alienigenas sem a menor ideia da realidade das empresas e do país que desgovernam. Os responsáveis por esta medida deviam ser corridos à vassourada!

Nuno 11.04.2013

A minha questão, e se a mercadoria tiver origem em Espanha. Também é obrigada a avisar as finanças ? Há-ja paciência

Anónimo 11.04.2013

Quando o governo fez a mesma revolução na restauração, todos acharam piada, não foi ?! Agora acho eu. É a controlar que está o ganho!

ver mais comentários
pub
pub
pub
pub