Turismo & Lazer Viseu lança “provocação positiva” para promover turismo interno

Viseu lança “provocação positiva” para promover turismo interno

A cidade do centro de Portugal define 2017 como o “ano oficial para visitar Viseu”. Também a população está a ser envolvida, com formação de 200 voluntários como guias e “contadores de histórias”.
Viseu lança “provocação positiva” para promover turismo interno
Bruno simão
Wilson Ledo 17 de janeiro de 2017 às 16:29

Viseu será a primeira cidade nacional convidada da BTL – Bolsa de Turismo de Lisboa, feira que decorrerá de 15 a 18 de Março.

Aproveitando este mote, a cidade do centro de Portugal lança uma "provocação positiva" para aumentar o seu número de visitantes e classifica 2017 como "ano oficial para visitar Viseu".

O anúncio foi feito esta terça-feira, 17 de Janeiro, por António Almeida Henriques, presidente da Câmara Municipal de Viseu.

A cultura vinhateira aliada aos 2.500 anos de história da cidade são dois dos elementos de uma oferta "diversificada" que Viseu diz ter para oferecer. "Temos mais anos que a Muralha de China", brinca.


Nesse sentido, está a ser lançado um programa de formação de 200 voluntários que funcionarão como anfitriões. Os estudantes e a população sénior são os principais alvos deste programa que quer colocar as suas gentes a "contar uma boa história sobre Viseu".


"Estas cidades médias podem constituir-se como destinos alternativos e complementares", lembrou o autarca num encontro com jornalistas. Viseu conta com 1.700 camas e é a cidade na região centro de Portugal com a maior concentração de hotéis de cinco estrelas.


No ano de 2016, as dormidas aproximaram-se dos 170 mil. A vontade é de continuar a crescer a dois dígitos, depois de uma subida superior a 10% nos últimos dois anos neste indicador. O foco do novo programa é o mercado interno, que cresce também a este ritmo.


Pedro Machado, presidente do Turismo do Centro, lembra que muito do discurso político e institucional se tem focado na "necessidade de desconcentrar o fluxo turístico". É importante que se dêem passos nesse sentido", apelou.


Viseu conta com um mercado potencial de seis milhões de turistas se considerada a região Centro e a sua proximidade a Lisboa, Porto e às regiões espanholas de Castilha e Extremadura, apontou Pedro Machado. 




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub
pub
pub
pub