Automóvel Volkswagen “ataca” Tesla com linha de carros eléctricos

Volkswagen “ataca” Tesla com linha de carros eléctricos

A construtora automóvel alemã quer concorrer com a empresa de Elon Musk com planos para dar a conhecer quatro modelos eléctricos mais baratos nos próximos anos.
Volkswagen “ataca” Tesla com linha de carros eléctricos
reuters, bloomberg
Negócios 18 de abril de 2017 às 15:42

A Volkswagen (VW) quer combater a Tesla com o lançamento de quatro modelos de carros eléctricos nos próximos anos, segundo a Bloomberg. A empresa alemã conseguiu um "progresso enorme" na redução de produtos nos seus carros totalmente eléctricos, disse Christian Senger, que lidera a divisão de carros eléctricos da VW.


O responsável falou em Xangai e adiantou que os modelos serão vendidos com a marca I.D. e que serão em parte desenvolvidos na China. Incluirão um veículo desportivo, um "sedan" e um "hatchback".


"Vender os nossos carros eléctricos a um preço semelhante aos de combustão pode mudar as regras do jogo", disse Senger. "Estamos a usar a necessidade de mudar os motores de combustão para os eléctricos para reinventar a marca VW", referiu.


A aposta nos modelos eléctricos é uma das estratégias da VW para ultrapassar o "dieselgate", o escândalo de manipulação de emissões em que a empresa se viu envolvida. O mercado chinês terá um papel importante para a construtora automóvel no futuro, tendo o governo de Pequim avançado com metas ambiciosas para a redução da poluição no país.


A Tesla tem sido o calcanhar de Aquiles das empresas mais tradicionais do sector, tendo ultrapassado a Ford e a General Motors em valor este mês nos EUA. Mas os custos por veículo ainda são muito elevados para que os carros sejam rentáveis e os construtores são obrigados a manter os modelos convencionais.


Este ano, o mercado de carros eléctricos deverá crescer 26% para 950 mil veículos por ano, com o Chevrolet Bolt e o Modelo 3 da Tesla a liderar as vendas. A VW quer vender um milhão de carros totalmente eléctricos até 2025. 




A sua opinião4
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Jaime 18.04.2017

De borla já não vai ser. Mas continue a dizer isso. Para 90% das pessoas não compensa em termos de contas ter carro eléctrico.

Anónimo 18.04.2017

Os componentes com maior peso no custo de um automóvel convencional são:
Motor
Sistema de injecção de combustivel
Caixa de velocidades
E num veiculo automóvel com acionamento electrico ?
Bateria
Bateria
Bateria
Logo o eléctrico tem que custar 10 vezes menos. se for mais é xulice

VLopes 18.04.2017

resposta eduardo.santos

amigo.. fala do custo da compra?
mas o custo de um carro a 4 ou 8 anos nao e so a compra.. mas sim a sua manutencao, consumo e impostos..

eu ando inclinado para comprar um.. mas era bom que certas marcas viessem para PT, tais como a Tesla e outras mais..

VLopes

eduardo.santos 18.04.2017

Eu ca, nunca comprarei um carro elétrico mais caro do que um de combusto interna

pub
pub
pub
pub